Irã faz primeira execução de manifestante condenado à morte por protestos

O Irã executou nesta quinta-feira (8) um homem acusado de ferir um integrante da força paramilitar Basich durante os protestos que abalam o país há quase três meses, informou a agência de notícias do Poder Judiciário, Mizan Online.

“Mohsen Shekari, um desordeiro que bloqueou a avenida Sattar Khan em Teerã em 25 de setembro e feriu um ‘basich’ com um facão, foi executado na manhã de quinta-feira”, afirma o site da agência.

Esta é a primeira execução conhecida vinculada aos protestos. Outros 11 condenados correm o risco de sofrer o mesmo destino por participação nas manifestações.

De acordo a Mizan Online, o veredicto preliminar do caso foi anunciado em 1º de novembro pelo Tribunal Revolucionário de Teerã e a Suprema Corte rejeitou um recurso de apelação em 20 de novembro, o que levou à execução da sentença.

A justiça iraniana afirma que Shekari se declarou culpado de ter lutado e sacado “a arma com a intenção de matar, provocar terror e perturbar a ordem e a segurança da sociedade”.

“Ele feriu de maneira intencional um basich com arma branca, enquanto este cumpria o seu dever e bloqueou a avenida Sattar Khan em Teerã”, afirma a agência.

O Irã é cenário de uma onda de protestos desde a morte, em 16 de setembro, de Mahsa Amini, uma curda iraniana de 22 anos que faleceu depois de ser detida pela polícia da moralidade por supostamente desrespeitar o código de vestimenta do país, que obriga as mulheres a usar o véu.

As autoridades, que denunciam as manifestações como “distúrbios”, acusam com frequência os Estados Unidos e seus aliados ocidentais, assim como grupos curdos no exterior, de estimular o movimento de protestos sem precedentes.

Após negar ser ‘bolsonarista raiz’, Tarcísio conversa por telefone com o presidente

O governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), conversou por telefone com Jair Bolsonaro (PL) após ter virado alvo de apoiadores do presidente por dizer que não é “bolsonarista raiz”.

A afirmação, feita durante entrevista à CNN nesta semana, já era usada nos bastidores por Tarcísio.

A interlocutores, o governador eleito argumenta que sempre criticou Bolsonaro – embora nunca em público – em relação a ações das quais discordava, como o posicionamento contrário à vacina contra Covid; e que nunca será como os bolsonaristas radicais Carla Zambelli, Daniel Silveira – deputados do PSL por São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente – e Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação.

Tarcísio também diz a pessoas próximas que nunca foi extremista e que criticá-lo por uma suposta proximidade com o Supremo Tribunal Federal (STF) é bobagem, pois uma relação boa com o Judiciário é fundamental.

Nos últimos dias, bolsonaristas usaram um suposto encontro com o ministro Alexandre de Moraes para atacar o governador eleito.

Tarcísio considera importante ter boa relação inclusive com o PT, que terá a segunda maior bancada da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Segundo o blog apurou, recentemente o governador eleito perguntou, em tom de brincadeira, ao petista Emídio de Souza se o deputado não gostaria de ser líder do governo na Casa.

Vereadora sofre assédio sexual dentro da Câmara Municipal

Uma vereadora foi abraçada e beijada à força por um parlamentar durante uma sessão da câmara municipal em Florianópolis. A cena foi flagrada pelas câmeras que transmitiam a sessão.

Segundo a vereadora Carla Ayres (PT), ela participava da sessão na quarta-feira (7) e discutia um projeto de lei com Marquinhos da Silva (PSC), quando foi abordada pelo vereador.

Na imagem, é possível ver que o parlamentar a aborda puxando-a pelo braço e, ao ver sua recusa, se levanta, enquanto a vereadora tenta sair. Na sequência, ele a abraça por trás e beija seu rosto à força.

Após o caso, Carla publicou as imagens nas redes sociais, denunciando o caso de assédio. Ela também disse que vai fazer um boletim de ocorrências por importunação sexual e violência política de gênero.

“No dia em que aprovamos a Procuradoria da Mulher na Câmara Municipal de Florianópolis, mais uma cena de assédio que precisamos lutar para que não ocorra nas ruas e nos parlamentos do nosso país. Não é brincadeira se só um riu”, disse.

O que disse o vereador

Após a publicação, em nota, o vereador se disse triste pela “notícia de acusação de assédio”, mas admitiu ter abordado a vereadora “de maneira inconveniente, sem a sua autorização” e pediu desculpas.

“Ressalto que em nenhum momento agi de maneira mal-intencionada, porém, fui infeliz em invadir o seu espaço. Levarei essa atitude equivocada como um aprendizado”, escreveu.

De acordo com o presidente do diretório estadual Partido Social Cristão, Fábio Rezes, um processo administrativo contra o político será aberto sobre o caso. A executiva nacional acompanhará as investigações

Lula vai anunciar ao menos três ministros nesta sexta-feira, dizem aliados

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deverá anunciar três ou quatro futuros ministros nesta sexta-feira, segundo informações de interlocutores petistas.

A expectativa é que, entre os anunciados, estejam os ministros da Fazenda, Defesa, Justiça e Casa Civil. Fernando Haddad e o ex-ministro do TCU José Múcio Monteiro são dados como certo na Fazenda e na Defesa, respectivamente.

Haddad tinha viagem de retorno para São Paulo marcada para esta quinta-feira (8), mas adiou a volta para a sexta (9). Ele convocou o publicitário Otávio Antunes, que trabalhou como marqueteiro de campanha, para vir à Brasília assessorá-lo na comunicação como futuro ministro.

Na Justiça, o favorito é o senador eleito Flávio Dino (PSB), que esteve com Lula nesta quinta. Já para a Casa Civil, a aposta dos aliados de Lula é que seja o governador da Bahia, Rui Costa, que também se reuniu com o presidente eleito nessa semana.

Há pouco, a assessoria de Lula marcou uma entrevista coletiva às 10h45 de sexta no Centro Cultural do Banco do Brasil, sede da equipe de transição. A expectativa é que o anúncio ocorra durante a coletiva.

Glória Maria é afastada do Globo Repórter para tratamento de câncer

A apresentadora Glória Maria voltou a se submeter aos tratamentos contra o câncer, após ter sido afastada do comando do Globo Repórter, ao lado de Sandra Annenberg.

Procurada pelo jornal Folha de S. Paulo, a assessoria de imprensa da Globo informou que a jornalista de 73 anos “está afastada do Globo Repórter, dando prosseguimento a uma nova etapa de seu tratamento, prevista já há alguns meses”.

Apesar dos cuidados com o tratamento, Glória Maria “está bem, em casa, com previsão de retorno apenas no ano que vem”. Em dezembro do ano passado, ela abriu o coração e relembrou a fase delicada que enfrentou quando foi diagnosticada com quadro de tumor no cérebro, em 2019, onde possuía apenas 30% de chances de sobreviver.

“Depois do tumor no cérebro, eu não vivo mais de sonhos. Eu vivo de realidade. Tenho muita coisa para realizar. Ganhei mais um ‘prazo de validade’. E estou aproveitando de todas as maneiras”, disse ela, em entrevista para a jornalista Camila Coutinho, da revista GE.

Número de gols na Copa do Mundo no Catar já supera edições passadas

Muitos gols ou nenhum. É assim que se desenrola a Copa do Mundo Qatar-2022. Até aqui, o torneio mais importante do planeta bola tem sete empates sem gols, um recorde na história. A mesma quantidade foi registrada em outras quatro edições: 1982, 2006, 2010 e 2014. Mesmo assim, o índice de bolas na rede já superou os mundiais da África do Sul (145) e Alemanha (147). Agora, a missão é quebrar a marca da disputa na Rússia há quatro anos (158) e do Brasil em 2014 (171).

A primeira Copa do Mundo no Oriente Médio testemunhou 148 bolas na rede, em 56 confrontos. A maior contribuição é da fase de grupos, com 120 gols. Logo na primeira rodada, a Espanha aplicou um 7 x 0 sobre a Costa Rica. A Inglaterra aplicou um 6 x 2 diante do Irã. Nas oitavas de final, Portugal também não deixou barato e avançou às quartas após golear a Suíça por 6 x 1.

A equipe de Fernando Santos, inclusive, divide com a Inglaterra o posto de melhor ataque do torneio. São 12 gols de cada seleção. Espanha e França aparecem logo em seguida com nove bolas na rede para cada lado. Dos nove gols da equipe francesa, cinco são de Kylian Mbappé. Contra a Polônia nas oitavas de final, o camisa 10 cravou duas vezes e se tornou artilheiro isolado da Copa do Mundo.

Classificada para as quartas de final da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira também tem um dos melhores ataques do torneio, com sete gols marcados. Mesmo marco do Mundial 2018. Quem mais marcou pelo Brasil foi Richarlison, que balançou a rede em três oportunidades. O “Pombo” também protagonizou um dos gols mais bonitos dessa edição no duelo contra a Sérvia, ainda na fase de grupos. Na ocasião, o camisa 9 acertou um belo voleio e deixou a bola no fundo da rede adversária.

A Argentina também tem sete gols na Copa do Mundo do Catar. Apesar de ter tomado um susto da Arabia Saudita na estreia, a equipe de Messi terminou a primeira fase na liderança do Grupo C e nas oitavas de final venceu a Austrália por 2 x 1.

Confira a lista de artilheiros da Copa
5 gols: Mbappé (FRA)
3 gols: Gonçalo Ramos (POR), Richarlison (BRA), Saka (ING), Giroud (FRA), Messi (ARG), Morata (ESP), Rashford (ING), Gakpo (HOL) e Enner Valencia (EQU)
2 gols: Rafael Leão (POR), Lewandowski (POL), Goodwin (AUS), Julian Álvarez (ARG), Aboubakar (CAM), Embolo (SUI), Mitrovic (SER), Arrascaeta (URU), Bruno Fernandes (POR), Kramaric (CRO), Taremi (IRA), Ferran (ESP), Kudus (GAN), Cho Gue-Sung (COR), Salem Aldawsari (SAU), Doan (JAP), Havertz (ALE) e Füllkrug (ALE)

OMS iniciará negociações para um tratado global sobre pandemias em fevereiro

Os 194 Estados-membros da OMS, reunidos em Genebra nesta semana por três dias, concordaram em “desenvolver o primeiro projeto de um acordo juridicamente vinculativo para proteger o mundo de futuras pandemias”, disse a organização em um comunicado divulgado na noite de quarta-feira (6).

“Este projeto preliminar do acordo sobre a pandemia, parte da Constituição da OMS, será discutido pelos Estados-membros” em 27 de fevereiro de 2023, especificou a organização.

O anúncio acontece pouco antes do terceiro aniversário do surgimento da Covid-19 na China, que se propagou pelo mundo e provocou a pior pandemia em um século.

A doença matou 6,6 milhões de pessoas, custou bilhões de euros e expôs as desigualdades no acesso a cuidados de saúde e medicamentos em todo o mundo.

Bebê morre ao ser esquecido dentro de carro em Rio Preto

Um bebê de 1 ano morreu ao ser esquecido dentro de um veículo, em São José do Rio Preto (SP), na noite quarta-feira (7).

Segundo informações do boletim de ocorrência, o pai encontrou o menino morto no assoalho do carro.

À polícia, o homem disse que o filho dormiu. Por isso, esqueceu de levá-lo para a escola e seguiu para o trabalho. O veículo ficou estacionado em frente ao local e, ao sair, viu o bebê morto.

Ainda de acordo com o registro policial, ele perdeu o controle do carro e bateu em uma lixeira.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e a equipe constatou que o menino estava morto havia três horas.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e o caso foi registrado como homicídio culposo na Central de Flagrantes.

Putin reconhece tensão nuclear crescente mas descarta ser o primeiro a usar essa arma

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, reconheceu nesta quarta-feira (7) um aumento na tensão nuclear, embora tenha insistido em que não será o primeiro a usar esse tipo de arma no conflito com a Ucrânia.

Em reunião com o Conselho de Direitos Humanos russo transmitida pela TV, Putin admitiu que o conflito na Ucrânia pode se prolongar.

Desde o início da invasão, em 24 de fevereiro, na Ucrânia, altos funcionários russos evocaram a possibilidade de recorrer a armas nucleares caso o Estado russo se visse ameaçado em sua integridade territorial, o que inclui as regiões anexadas da Ucrânia.

Essas declarações despertaram temores e acusações em todo o mundo. Mas a declaração de Putin pareceu afastar essas preocupações, ao menos no que se refere a um apocalipse desencadeado pela Rússia.

“Não ficamos loucos, sabemos o que são as armas nucleares”, declarou Putin em uma reunião televisionada com o Conselho de Direitos Humanos russo.

Ex-presidente do Peru é transferido para centro de detenção após tentativa de golpe

O ex-presidente do Peru, Pedro Castillo, acusado e preso na quarta-feira (7) por crimes de “rebelião” e “conspiração” por quebrar a ordem constitucional, foi transferido para um centro de detenção com o ex-primeiro-ministro Aníbal Torres.

A mídia local informou que ele seria transferido para uma prisão administrada pela polícia.

Castillo foi preso após sua destituição do cargo em um julgamento de impeachment após sua última tentativa de se manter no poder dissolvendo o Congresso. Ignorando a tentativa de Castillo de fechar o Legislativo por decreto, os legisladores avançaram com um julgamento de impeachment previamente planejado, com 101 votos a favor de removê-lo, seis contra e 10 abstenções.

Dina Boluarte foi empossada como presidente até 2026, tornando-se a primeira mulher a liderar o Peru.

Ela pediu uma trégua política após meses de instabilidade, incluindo duas tentativas anteriores de impeachment, e disse que um novo gabinete, incluindo todos os matizes políticos, seria formado.

Margareth Menezes é cotada para o Ministério da Cultura no governo Lula 3

Margareth Menezes, 60 anos, é cotada para assumir o Ministério da Cultura no governo Lula 3.

Janja, mulher de Lula, é uma das principais defensoras do nome da cantora baiana para a pasta. Além de Margareth, foram cogitados os nomes dos atores Lázaro Ramos e Marieta Severo e do rapper Emicida.

Autora, ao lado de Djalma Oliveira, do hit “Faraó – Divindade do Egito” –, Margareth Menezes tem mais de 10 álbuns lançados, várias indicações ao Grammy e fez mais de 20 turnês internacionais

Em 2004, junto com moradores do bairro da Ribeira, em Salvador, a cantora fundou a Associação Fábrica Cultural, de combate ao trabalho infantil, exploração sexual e outras violações de direitos.

A cantora deve participar do show da posse de Lula, ao lado de outros artistas com Paulinho da Viola, pastor Kleber Lucas e Leonardo Gonçalves.

A opção por um artist para comandar a Cultura se assemelha à fórmula usada por Lula no primeiro mandato, quando Lula optou por Gilberto Gil.

Festa do Morro da Conceição é reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco

A Festa do Morro da Conceição, realizada anualmente na Zona Norte do Recife, foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco.

O decreto, reconhecendo o mérito, foi assinado nesta quarta-feira (7) pelo governador Paulo Câmara e será publicado no Diário Oficial do Estado amanhã, dia 8 de dezembro – data em que a padroeira afetiva da cidade é celebrada.

A votação para o reconhecimento à Festa foi unânime, e aconteceu no último dia 1° junto ao Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (CEPPC/PE), culminando no registro a favor nos livros de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado.

Para Paulo Câmara, a assinatura “reconhece todo o trabalho do Conselho em torno da grandiosidade que é a Festa de Nossa Senhora da Conceição”. Já para o presidente da Fundarpe, Severino Pessoa, a Festa do Morro “se tornou de todo o Estado e também do Brasil”.

Início do Processo de Reconhecimento
O processo de reconhecimento teve início em 2017, com o Projeto de Lei nº 1715/2017, de autoria do deputado estadual Isaltino Nascimento, com parecer favorável à época, da Gerência de Preservação da Fundarpe e do CEPPC/PE, colegiado ligado à Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE).

No ano seguinte o processo foi adequado aos novos procedimentos instituídos na Lei Estadual de Registro do Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Pernambuco, voltando a ser requerido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em 2020 (Resolução nº 1.674/2020), sendo concluído pela Fundarpe em outubro de 2022.

“Esta etapa consistiu em fazer uma descrição mais afundo da festa, de entender essas características, as pertinências diante do quesito do patrimônio imaterial para poder recomendá-las na inscrição dos Livros de Registro”, explicou Cecília Canuto, que como conselheira, junto a Margarida Cantarelli, foi designada à relatoria do processo.

Bebê de 11 meses morre de Covid-19 em Pernambuco; óbito foi registrado no boletim desta quarta (7)

Um bebê de 11 meses, morador de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, morreu vítima de Covid-19.

O óbito ocorreu em 23 de novembro deste ano, mas só foi registrado pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) no boletim desta quarta-feira (7), no qual ainda foram notificadas mais três mortes, de pacientes com idades entre 58 e 79 anos.

O bebê desenvolveu a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), uma das possíveis consequências da evolução da Covid-19 no corpo do paciente. A secretaria afirma que esta foi a causa da morte da criança.

Até o momento, não existem informações se o bebê tinha ou não comorbidades.

Alta incidência de SRAG
Outras duas pessoas que morreram de Covid-19 e tiveram os óbitos notificados no boletim de hoje (7) também eram moradores de Santa Cruz do Capibaribe, que segundo a SES-PE, pertence a uma das áreas com maiores incidências de casos confirmados de SRAG de Pernambuco, bem como o Recife.

Números da Covid em Pernambuco
Além dos quatro óbitos, o boletim da SES-PE divulgado nesta quarta-feira (7) também registrou mais 1.882 casos da doença, sendo 22 (1,2%) de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.860 (98,8%) leves.

Com a atualização, o Estado totaliza, desde o início da pandemia, em março de 2020, 1.095.084 casos confirmados da doença -60.329 graves e 1.034.755 leves- e 22.496 mortes.

‘Estou bem, não precisa se preocupar’, diz Renato Aragão, após sofrer AIT

O ator e humorista Renato Aragão, de 87 anos, publicou um vídeo em suas redes sociais na noite desta quarta-feira (7) e disse estar bem após sofrer um um AIT (acidente isquêmico transitório).

“Aí, gente! Garotada, estou bem, não precisa se preocupar. Estou muito bem”, disse ele.

Renato sentiu sintomas, como tontura, e foi levado para o Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Segundo a família, está sendo monitorado.

O AIT é uma alteração no fornecimento de sangue para o cérebro e que muda o funcionamento do órgão. O restabelecimento das funções cerebrais tende a se adequar em minutos ou horas.

“O Renato está sob vigilância neurológica. Está bem e monitorado com muito amor e carinho. Ele ficou zonzo, e viemos para o hospital. Pensamos que fosse labirintite. Ele está em observação no quarto, como tem que ser”, disse Lilian Aragão ao g1, mulher do humorista.

Lilian frisou que o marido está bem, em um quarto, e que não sofreu um AVC (acidente vascular cerebral).

“Renato está maravilhoso como sempre e mandando beijos para todos”, disse.

Lilian e Renato estão casados há 21 anos e são pais de Livian Aragão. Além da jovem, o humorista tem outros quatro filhos de um primeiro casamento.

Dina Boluarte assume a presidência do Peru após impeachment de Pedro Castillo

Dina Boluarte, que era a vice-presidente de Pedro Castillo, assumiu a presidência do Peru nesta quarta-feira (7) e, assim, tornou-se a primeira mulher a liderar o país.

A nova presidente fez seu juramento no Congresso. O presidente da Câmara, José Williams Zapata, passou a faixa para ela.

Ao assumir, Dina disse que houve uma tentativa de golpe de Estado de Pedro Castillo, e que o Congresso evitou isso.

A nova presidente pediu unidade de todos os peruanos e disse que é preciso conversar e tentar chegar a acordos. Dina anunciou que vai pedir para que o Ministério Público a ajude a tirar “as máfias” do governo e que o gabinete dela terá “todas as forças democráticas”.

No salão do Congresso havia representantes das Forças Armadas, que foram aplaudidos durante o discurso de Dina.

Como Dina chegou ao poder
Dina Boluarte chegou ao poder depois que o Congresso aprovou o impeachment de Castillo. Ele foi destituído após uma tentativa de dissolver o Legislativo e decretar estado de exceção e toque de recolher no Peru.

A reação no país fui rápida: a Suprema Corte chamou a decisão de golpe de Estado, assim como a polícia, as Forças Armadas e o Ministério Público.

Após a aprovação do impeachment, os deputados convocaram Dina Boluarte para assumir a presidência no próprio Congresso. Os deputados aguardaram a chegada dela.

Senado aprova em 1º turno PEC que aumenta o teto de gastos para incluir pagamento do Bolsa Família

O Senado aprovou nesta quarta-feira (7), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) da Transição. O texto eleva o teto de gastos para que o próximo governo possa manter a parcela de R$ 600 do Bolsa Família (atual Auxílio Brasil) e financiar outros programas sociais a partir de janeiro.

A PEC da Transição é a grande aposta do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para cumprir as principais promessas de campanha. O texto, aprovado em primeiro turno por 64 a 16, prevê:

ampliação do teto em R$ 145 bilhões para acomodar Bolsa Família e outros programas;

validade de dois anos para este aumento do Orçamento, 2023 e 2024;
prazo até o fim de agosto para o governo Lula enviar ao Congresso um novo regime fiscal em substituição ao teto de gastos.

Antes de seguir para análise da Câmara dos Deputados, o projeto precisa ser aprovado em segundo turno pelos senadores, o que deve ocorrer ainda nesta quarta.

No plenário do Senado, uma PEC precisa de 49 votos favoráveis para ser aprovada. A sessão desta quarta teve quórum completo: todos os 81 senadores com mandato participaram.

O teto de gastos é uma barreira fiscal que proíbe o governo aumentar despesas acima do que foi gasto no ano anterior acrescido da inflação.

O aumento das despesas obrigatórias (a exemplo dos gastos previdenciários) reduz o espaço para gastos opcionais dentro do teto de gastos. Dessa forma, despesas não obrigatórias, como investimentos e custeio da máquina pública, podem ser bloqueadas.

João de Deus é condenado a mais 109 anos de prisão por crimes sexuais em Goiás

João de Deus foi condenado a mais 109 anos e 11 meses de prisão por crimes sexuais em Goiás, nesta quarta-feira (7). Nos três processos em que ele foi condenado, o médium deve pagar indenizações por danos morais às vítimas em valores de até R$ 100 mil. Ele segue em prisão domiciliar determinada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goias (TJGO), em substituição à prisão preventiva decretada pela comarca de Abadiânia.

As sentenças emitidas nesta quarta-feira são do juiz Marcos Boechat Lopes Filho, titular da comarca de Abadiânia. Ao g1, a defesa de João de Deus disse que irá “recorrer das sentenças uma vez que [os documentos] desconsideraram aspecto relevantes dos argumentos apresentados pela defesa”, como “a inobservância do prazo decadencial de seis meses para a representação da vítima”.

O advogado Anderson Van Gualberto também ressaltou “fragilidade dos argumentos da acusação” quanto a condição de vulnerabilidade das supostas vítimas.

Em um dos processos, o filho de João de Deus, Sandro Teixeira de Oliveira, foi absolvido do crime de corrupção e coação. Em nota à TV Anhanguera, a defesa de Sandro comemorou a decisão. “Foram anos de trabalho até se comprovar a inocência. A certeza de inocência sempre houve, pois, as informações da ocorrência eram desconexas e não haviam qualquer legalidade”, disse.

Veja as condenações desta quarta-feira (7):

condenado por crimes sexuais contra cinco vítimas, 51 anos e 09 meses de reclusão em regime inicialmente fechado: as sentenças são referentes a crimes ocorridos entre os anos de 2010 e 2016. No curso do processo, João de Deus e seu filho, Sandro Teixeira de Oliveira, foram absolvidos dos crimes de corrupção de testemunha e de coação;

condenado por crimes sexuais contra três vítimas, 16 anos e 10 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado: as sentenças são referentes a crimes ocorridos entre os anos de 2011 e 2013. No curso do processo, João de Deus foi absolvido em relação a três vítimas e foi reconhecida a extinção da punibilidade em relação a uma vítima.

condenado por crimes sexuais contra cinco vítimas, 41 anos e 4 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado: as sentenças são referentes a crimes ocorridos entre os anos de 2010 e 2015.

Contando com as condenações desta quarta-feira, as penas de João de Deus somam mais de 223 anos e três meses de reclusão. O médium já havia sido condenado em outros processos por violação sexual mediante fraude, estupro de vulnerável e posse ilegal e irregular de armas de fogo.

Prisão do médium
No dia 7 de dezembro de 2018, mulheres começaram a denunciar que foram abusadas sexualmente pelo réu durante atendimentos espirituais na casa Dom Inácio de Loyola. João de Deus foi preso inicialmente no dia 16 de dezembro em 2018.

Em março de 2020, ele passou para o regime de prisão domiciliar. Porém, no dia 26 de agosto de 2021, o idoso voltou para o presídio. No mês seguinte, ele voltou ao regime domiciliar, em Anápolis, onde segue até esta quarta-feira (7).

Brasil registra 170 novas vítimas de Covid e tem maior média móvel de mortes em pouco mais de 3 meses

O Brasil registrou 170 novas mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, nesta quarta-feira (7), chegando a 690.635 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 112, com variação de 53% em relação aos últimos 7 dias, tendência de alta pelo 17º dia seguido. Esta é a maior média de vítimas registrada desde 5 de setembro, pouco mais de 3 meses atrás (quando também estava em 112).

Brasil, 7 de dezembro
Total de mortes: 690.635
Registro de mortes em 24 horas: 170
Média de mortes nos últimos 7 dias: 112 (variação em 14 dias: +53%)
Total de casos conhecidos confirmados: 35.529.611
Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 47.359
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 32.128 (variação em 14 dias: +63%)

No total, o país registrou 47.359 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 35.529.611 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 32.128, e a variação foi de 63% em relação a duas semanas antes – a maior média desde 3 de agosto.

Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

Em alta (15 estados): SE, RN, RO, AL, ES, BA, MT, SC, RS, MG, PB, CE, PR, SP, RJ
Em estabilidade (4 estados): RR, TO, AC, PA
Em queda (5 estados e o DF): MA, PE, GO, AM, DF, AP
Não divulgou até 20h (2 estados): MS e PI

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Pedro Castillo é destituído pelo Congresso do Peru

O plenário do Congresso declarou a presidência vaga. Dina Boluarte, a vice-presidente, é a primeira na linha de sucessão. Ela já afirmou que a ordem de Castillo era inconstitucional.

Ele foi destituído com 101 votos a favor da medida —são necessários 87 para derrubar o presidente. Houve seis votos contra e dez abstenções.

Após o impeachment de Pedro Castillo, o Congresso peruano chamou a vice, Dina Boluarte, para assumir o poder no país. Ela deve ser empossada às 15h de Lima (17h de Brasília).

Presidente do Peru anuncia ‘governo de exceção’, dissolve Congresso e declara estado de emergência

O presidente do Peru, Pedro Castillo, instituiu nesta quarta-feira (7) um governo de exceção no país, anunciou a dissolução do Parlamento e a convocação de novas eleições.

Castillo responde ao terceiro processo de impeachment em um ano e meio de poder. Ele declarou o estado de emergência e impôs um toque de recolher em todo o país horas antes do julgamento do impeachment. Mesmo com o anúncio da dissolução do Congresso, os deputados decidiram votar o impeachment.

A Corte Constitucional (Suprema Corte) do Peru chamou o ato de golpe de Estado e pediu que a vice-presidente do país, Dina Boluarte, assuma a presidência – há algumas semanas, Boluarte rompeu com Castillo.

A própria Boluarte declarou ser contrária às medidas de Castillo. Em uma rede social, ela afirmou o seguinte: “Eu rechaço a decisão de Pedro Castillo de perpetrar a quebra da ordem constitucional com o fechamento do Congresso. Trata-se de um golpe de Estado que agrava a crise política e institucional que a sociedade peruana terá que superar seguindo as leis”.

Em pronunciamento na TV aberta, o líder peruano disse ter tomado a decisão de impor um “governo de exceção para restabelecer o estado de direito e a democracia”, e anunciou ainda que governará por decreto temporariamente.

No discurso televisionado, Pedro Castillo anunciou as seguintes medidas:

Dissolver “temporariamente” o Congresso
Instaurar governo de emergência excepcional
Convocar eleições para um novo Congresso
Elaborar uma nova Constituição em até nove meses
Estabelecer governo temporário de exceção
Impor toque de recolher entre 22h e 04h, no horário local
Exigir devolução ao Estado de armas ilegais, sob pena de prisão
“Reorganizar” do sistema de judicial, incluindo o Poder Judicial, o Ministério Público, a Junta Nacional de Justiça e o Tribunal Constitucional

Logo após o pronunciamento, os ministros da Economia e das Relações Exteriores renunciaram com a alegação de que a medida violava a Constituição do Peru.

“Decidi renunciar irrevogavelmente ao cargo de ministro das Relações Exteriores, dada a decisão do presidente Castillo de fechar o Congresso… violando a Constituição”, disse o agora ex-chanceler Carlos Landa.

A dissolução do Congresso peruano é uma prática permitida pela Constituição do país e não é incomum que líderes peruanos usem esse recurso. Em 2019, o então presidente do país, Martín Vizcarra, também dissolveu o Congresso e convocou novas eleições. O mesmo ocorreu em 1992, durante a gestão de Alberto Fujimori.

Ônibus com universitários tomba na BR-423, em Garanhuns; quase 30 ficam feridos

Um ônibus que transportava estudantes universitários de Águas Belas para Garanhuns, ambas cidades do Agreste de Pernambuco, tombou no quilômetro 100 da BR-423, em Garanhuns, por volta das 19h dessa terça-feira (6).

Cerca de 28 pessoas ficaram feridas e deram entrada no Hospital Dom Moura, em Garanhuns. À Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista disse que havia cerca de 46 pessoas no coletivo.

De acordo com informações iniciais coletadas pela polícia no local do acidente, o motorista desceu uma ladeira, saiu de pista e terminou tombando fora da rodovia.

“A suspeita é de que o veículo teve uma pane mecânica”, destacou a PRF.

O motorista não estava no local quando a viatura da polícia chegou, mas se apresentou posteriormente no posto da PRF em Garanhuns. Segundo a corporação, ele fez teste do bafômetro e o resultado deu normal para o consumo de bebida alcoólica.

Policiais rodoviários verificaram que nenhum dos passageiros teve ferimentos graves, apenas ferimentos leves.

Zelensky é eleito ‘pessoa do ano’ pela revista Time

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, foi eleito nesta quarta-feira (7) a “pessoa do ano” pela revista Time.

A premiação, que ocorre desde 1927, aponta pessoas mais influentes do ano em diferentes categorias, além da principal, vencida por Zelensky.

Ao divulgar o resultado, a revista disse que o líder ucraniano inspirou os cidadãos de seu país e ganhou elogios globais por sua coragem em resistir à invasão devastadora da Rússia.

Ao se recursar a deixar a capital da Ucrânia, Kiev, no início da guerra, quando a cidade recebeu uma enxurrada de bombas russas, o ex-comediante reuniu seus compatriotas em transmissões da capital e viajou por sua nação devastada pela guerra, observou a publicação ao conceder seu título anual.

Na terça-feira, Zelensky visitou as tropas ucranianas perto das linhas de frente no leste da Ucrânia.

“O sucesso de Zelensky como líder em tempo de guerra se baseou no fato de que a coragem é contagiosa. Ela se espalhou pela liderança política da Ucrânia nos primeiros dias da invasão, quando todos perceberam que o presidente havia permanecido”, escreveu a Time ao reconhecer o presidente de 44 anos.

O CEO da Tesla Inc, Elon Musk, foi nomeado a “Pessoa do Ano” da Time em 2021, um ano em que sua empresa de carros elétricos se tornou a montadora mais valiosa do mundo. A Time iniciou essa tradição em 1927.

Censo 2022 entrevistou quase 80% da população estimada do Brasil

O Censo 2022 entrevistou, de 1º de agosto até ontem (5), 78,73% da população estimada do país, que representam 168.018.345 pessoas, em 59.192.875 domicílios no país. Do total de pessoas recenseadas, 51,6% eram mulheres e 48,4%, homens, 39,54% são do Sudeste, 29,43% do Nordeste, 14,76% no Sul, 8,79% no Norte e 7,44% no Centro-Oeste.

“É uma operação que a gente está imprimindo uma qualidade incrível como nunca foi feita em nenhum outro Censo. É a primeira vez que a gente está em campo com um dispositivo móvel de coleta que transmite em tempo real a operação”, observou o diretor de Pesquisas do IBGE, Cimar Azeredo, durante a apresentação virtual do quarto balanço da coleta do Censo Demográfico 2022. A expectativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) espera concluir mais 10% das entrevistas até o dia 20.

Segundo o instituto, o estado com maior proporção de pessoas recenseadas na comparação com a população estimada é o Piauí, que atingiu 96,2%. Em segundo lugar, a unidade da federação mais adiantada é Sergipe, com 91,2%, seguida do Rio Grande do Norte, com 89,8%. Os mais atrasados são o Mato Grosso (65,9%), Amapá (66,9%) e Espírito Santo (70,67%).

Cinco pessoas morrem após toras de eucalipto caírem de caminhão sobre carros

Cinco pessoas morreram após um grave acidente envolvendo dois carros e um caminhão na PR-456 em Santa Maria do Oeste, na região central do Paraná, na noite de terça-feira (6), segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE)

De acordo com a corporação, a carreta estava com dois semirreboques carregados de toras de eucalipto. A carga caiu e esmagou os veículos.

As cinco vítimas tinham entre 24 e 49 anos e estavam nos carros, conforme a polícia. A corporação informou ainda que o condutor do caminhão, de 39 anos, foi encaminhado a um hospital da região.

Até a publicação desta reportagem, detalhes sobre causas do acidente não foram fornecidos pela polícia. O estado de saúde do motorista da carreta também não foi divulgado.

Raquel e Priscila convidam os 184 prefeitos pernambucanos para encontro em Caruaru

A governadora eleita, Raquel Lyra (PSDB), recebe em casa, nesta quarta-feira, os prefeitos dos municípios pernambucanos. Independentemente de partido, os 184 chefes de Executivo foram convidados. O encontro acontecerá no Espaço Renato Machado, PE-95, KM 01, em Caruaru, cidade do Agreste que a futura governadora administrou por seis anos e onde ainda mora com a família. O encontro também terá a presença da vice-governadora eleita, Priscila Krause (Cidadania), coordenadora da equipe de transição.

As futuras gestoras querem dar aos prefeitos o mesmo recado que repassaram à bancada de deputados estaduais (os atuais e os da próxima legislatura) com quem se reuniram no dia 16 de novembro em um hotel em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife; e aos deputados federais, com os quais Raquel Lyra conversou em Brasília no começo do mês passado. Vão dizer a eles que desde o dia 31 de outubro, quando já se sabia o resultado do pleito, os palanques foram desmontados. E desejam, principalmente, deixar os caminhos abertos para discutirem projetos e prioridades locais e para o Estado.

Para o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira e deputado eleito, José Patriota (PSB), a iniciativa “é salutar”. “Ela está sendo coerente com o discurso feito logo após o resultado do segundo turno, quando avisou que a campanha acabou e é hora de trabalhar por Pernambuco”, destacou Patriota, que participou do encontro com os estaduais e estará em Caruaru nesta quarta.

“Ela (Raquel) é uma importante ponte com o Governo Federal, pois há questões decididas em nível nacional que repercutem diretamente nos Estados e também nos municípios”, lembrou, citando como exemplos a redução do percentual do ICMS e o piso nacional da enfermagem. “Esses e outros temas precisam ser discutidos conjuntamente”, enfatizou Patriota.

No balanço logo após o encontro com a bancada estadual, a governadora eleita disse não fazer reunião para tirar retrato. “Nossa ideia é mantermos um diálogo permanente e cumprirmos os compromissos com a população de Pernambuco. Pedir união em torno de um projeto só: o de fazer Pernambuco voltar a crescer, com mais igualdade, sem deixar ninguém para trás”, declarou, no Beach Class Convention Resort, em Boa Viagem, onde aconteceu a reunião.