Levantamento do TCU calcula que cerca de R$ 30 bilhões de auxílio emergencial foram pagos indevidamente em 2020

O pagamento do auxílio emergencial foi retomado nesta terça-feira e deve beneficiar perto de 46 milhões de brasileiros carentes com valores de R$ 150 (cento e cinquenta reais) para famílias com apenas uma pessoa; R$ 250 (duzentos e cinquenta reais) para as mais numerosas e R$ 375 (trezentos e setenta e cinco reais) para famílias chefiadas por mulheres. As informações são do jornalista Romualdo de Souza.

Sem entrar no importante mérito de que os valores são irrisórios, insignificantes, para quem está desemprego ou vivendo de bico, o meu comentário de hoje é com relação à negligência do governo federal pode ser somente da Caixa Econômica, pode ser só do Ministério da Cidadania, e os dois: Caixa e Ministério.

Levantamento ainda inconcluso realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) calcula que em torno de R$ 30 bilhões foram pagos indevidamente, no ano passado, e até aqui não foi possível chegar no nome do responsável ou dos irresponsáveis que deixaram brechas no sistema do banco de dados e na checagem das informações dos beneficiários.

Pessoas mortas, famílias abonadas, candidatos a cargos políticos, servidores públicos, militares e uma dezena de outras categorias que receberam indevidamente os benefícios e até aqui sequer foram intimados para devolver o dinheiro aos cofres públicos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s