Índia supera EUA e bate recorde de casos de Covid em 1 único dia; Nova Delhi tem cremação em massa

A Índia voltou a registrar nesta quinta-feira (22) o seu pior dia da pandemia e bateu o recorde mundial de casos de Covid-19 em um único dia: quase 315 mil novos infectados. Assim, superou o recorde anterior, que pertencia aos EUA, de mais de 300 mil casos, em janeiro deste ano.

O país passa por uma severa segunda onda de contágios, com uma nova variante que fez o número de casos explodirem. A população sofre com hospitais lotados e falta de leitos, de remédios e de oxigênio. Cemitérios e crematórios não conseguem atender a demanda.

Em Nova Delhi, uma cerimônia de cremação em massa chegou a ser registrada nesta quinta para tentar dar conta do alto número de mortos por complicações da Covid-19 no país. A cremação é a prática mais comum nos funerais indianos.

Em Ahmedabad, indianos aguardavam em ambulâncias e até em carros particulares por vagas em um hospital para Covid-19 nesta quinta-feira (22). Ontem, ao menos 22 pacientes morreram em um hospital em Nashik após uma interrupção no fornecimento de oxigênio.

Mesmo diante do colapso do sistema de saúde, o governo indiano se recusa a adotar um lockdown nacional. Diversos estados e cidades estão adotando medidas de restrição por conta própria, como a capital Nova Delhi, que está sob lockdown até segunda-feira (26).

Situação pode ser ainda pior
O Ministério da Saúde do país registrou 314.835 casos e 2.074 mortes nas últimas 24 horas, um novo recorde também de óbitos. Os números de hoje equivalem a 15% de todos as vítimas do vírus e 35% de todos os novos infectados do mundo, segundo dados do “Our World in Data”.

Oficialmente, a Índia é o segundo país com mais casos confirmados de Covid-19 do mundo (15,9 milhões), atrás apenas dos EUA (31,8 milhões), e o quarto em número de mortes (182 mil), depois de EUA (569 mil), Brasil (381 mil) e México (213 mil).

Mas especialistas acreditam que o número real de mortes é muito maior do que a contagem oficial.

Várias cidades importantes estão relatando um número muito maior de cremações e enterros feitos sob os protocolos da Covid-19 do que o número de mortes divulgado, segundo trabalhadores de crematórios e cemitérios, a imprensa local e uma revisão dos dados do governo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s