Explosão de covid leva agreste de PE a colapso e suspeita de nova variante

A região do agreste de Pernambuco, onde vivem 2,1 milhões de pessoas, enfrenta um momento crítico da pandemia, causado pelo repentino aumento no número de casos de covid-19, que levou ao colapso hospitalar e à ameaça de falta de oxigênio para pacientes.

Os números fizeram também o governo do estado a suspeitar —e investigar essa possibilidade— que uma nova variante esteja circulando na região. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), alta rápida de casos e hospitalizações em um local requerem investigação genômica para saber se há uma nova cepa.

A explosão de casos ocorreu a partir da segunda semana de maio. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a 2ª macrorregião (que inclui os 71 municípios do agreste) registrou uma alta de 55% nas solicitações de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nas duas semanas passadas.

Para efeito de comparação, no estado essa alta foi de 18% no mesmo período. Já o número de casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) saltou 48% no agreste.

Com a alta em percentuais inesperados, desde o dia 26 um decreto estadual restringe o funcionamento de comércio às atividades essenciais numa tentativa de conter a transmissão do vírus.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s