Bolsonaro e seguidores insistem em tratamento com cloroquina, ineficaz contra a Covid

O tratamento da Covid com cloroquina é duramente condenado por cientistas e infectologistas. Pesquisas mostram que não há o efeito esperado e os riscos são altos. Mesmo assim, o presidente Bolsonaro e seguidores insistem em contestar as evidências científicas.

A insistência do governo no uso da cloroquina para tratamento da Covid vem desde o início da pandemia. O presidente Bolsonaro fez várias declarações públicas. Em maio do ano passado, a eficácia do remédio já era contestada, mas Bolsonaro insistia: “A cloroquina pode e deve ser usada desde o início apesar de saberem que não tem uma confirmação científica da sua eficácia, mas como estamos numa emergência enquanto não tivermos algo comprovado no mundo temos esse aqui esse pode dar certo e pode não dar certo”.

Em outubro e novembro, o governo gastou mais de R$ 23 milhões em propaganda do tratamento com drogas sem eficácia, de acordo com planilhas obtidas pela TV Globo.

O tema levou à queda de dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Só Eduardo Pazuello aceitou publicar no site do Ministério da Saúde, em maio, “orientações para manuseio medicamentoso precoce”, com recomendações para uso da cloroquina e hidroxicloroquina desde o início dos sintomas. A recomendação saiu do ar, segundo o governo, para atualização.

Em janeiro deste ano, pouco antes do colapso da falta de oxigênio no estado, o Ministério da Saúde pressionou a Prefeitura de Manaus para que fosse “difundido e adotado o tratamento precoce de forma a diminuir o número de internamento e óbitos decorrentes da doença“. E investiu em um aplicativo – o Tratecov, uma ferramenta que, segundo o ministério, facilitaria o diagnóstico de Covid, mas que, na prática, sempre indicava a cloroquina. O aplicativo saiu do ar e virou alvo da CPI.

Essa postura do governo sempre contrariou as recomendações de entidades médicas e científicas. A Organização Mundial da Saúde também manifestou reiteradamente que não recomenda o uso desses medicamentos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s