Desaprovação a Bolsonaro bate recorde e chega a 63%, diz pesquisa CNT/MDA

Um levantamento do Instituto MDA Pesquisa, encomendado pela Confederação Nacional de Transportes (CNT) e divulgado nesta segunda-feira (5), aponta uma desaprovação recorde ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), desde que ele chegou ao Palácio do Planalto, em janeiro de 2019.

Segundo a pesquisa, a desaprovação chegou a 63% dos entrevistados, contra aprovação de 34%. O maior índice até então em uma pesquisa MDA/CNT havia sido registrado em maio de 2020, com desaprovação de 55%.

Em relação à última pesquisa, houve crescimento de 12% na desaprovação a Bolsonaro. Em fevereiro de 2021, o presidente era desaprovado por 51% dos entrevistados.

Já o melhor momento de Bolsonaro foi em fevereiro de 2019, pouco depois de tomar posse como presidente. A aprovação era de 57%, com desaprovação de 28%.

A pesquisa foi realizada entre as últimas quinta-feira (1) e sábado (3). A coleta das respostas, de 2002 pessoas, foi presencial.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s