EUA e aliados ocidentais chegam à reta final da evacuação do Afeganistão

O exército dos Estados Unidos realizou ataques com drones contra o que dizia ser um planejador do Estado Islâmico-K na província de Nangarhar, no Afeganistão, em meio a avisos de possíveis novos ataques terroristas visando o último esforço de retirada dos EUA do país a partir da capital Cabul.

A desesperada missão de transporte aéreo de cidadãos norte-americanos e afegãos que auxiliaram as forças dos Estados Unidos está agora em sua fase final.

O ataque aéreo em Nangarhar veio um dia depois de o presidente americano Joe Biden prometer revidar o ataque terrorista que matou 13 membros do serviço norte-americano e pelo menos 170 outros na quinta-feira (26), na área externa do aeroporto internacional de Cabul.

O Estado Islâmico em Khorasan, conhecido também como Isis-K, alegou que um militante realizou o ataque suicida de quinta-feira em um portão do aeroporto, mas não forneceu nenhuma prova que apoiasse a reivindicação. Autoridades dos EUA disseram que o grupo estava provavelmente por trás do atentado.

Biden teria aprovado o ataque ao planejador, diz um funcionário familiarizado com o assunto.

“As forças militares americanas conduziram uma operação de contraterrorismo contra um planejador do Estado Islâmico-K. O ataque aéreo não tripulado ocorreu na província de Nangarhar, no Afeganistão”, disse o porta-voz do Capitão Bill Urban na sexta-feira (27). “Os primeiros indícios são de que matamos o alvo. Não sabemos de vítimas civis”.

A identidade da pessoa visada no ataque aéreo dos EUA ainda não foi confirmada.

Um oficial da defesa disse à CNN que o alvo do ataque aéreo era considerado “um associado a possíveis ataques futuros no aeroporto”. Os EUA tinham localizado o alvo, e havia “olhos e conhecimentos suficientes” para atacar, disse o oficial. “Ele era um personagem conhecido”. O oficial disse que os EUA não estavam tratando a pessoa como um membro “sênior” do Estado Islâmico-K.

A Embaixada dos EUA em Cabul advertiu novamente os cidadãos americanos em vários portões do Aeroporto Internacional Hamid Karzai para “partir imediatamente”, citando ameaças à segurança. O alerta aconselhou os cidadãos americanos a “evitarem viajar para o aeroporto e evitarem os portões do aeroporto”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s