Carol Santiago vence os 50m livre e leva 1º ouro feminino na natação em 17 anos

Maria Carolina Santiago obteve na manhã deste domingo a maior conquista de sua vida. A pernambucana de 36 anos faturou a medalha de ouro na final dos 50m livre da classe S13 (para atletas com deficiências visuais) no Centro Aquático de Tóquio ao percorrer a distância em 26s82, novo recorde paralímpico. Havia 17 anos que uma nadadora mulher do país não levava uma medalha de ouro em Paralimpíadas, desde quando Fabiana Sugimori ganhou os 50m livre S11 nos Jogos de Atenas, em 2004.

Estou muito feliz. É incrível estar aqui nesta competição tão importante. Sempre gostei de competir. Eu me senti bem desde o primeiro dia em que cheguei ao Japão. Estou emocionada. Tenho recebido muito carinho. Quando terminei a prova, soube que tinha ganhado porque ouvi o pessoal gritando o meu nome. Agradeço a todos pela torcida e pelos brasileiros que têm chorado e dado risadas com a gente – afirmou a nadadora.

Carol ficou à frente da russa Anna Krivshina (27s06) e da italiana Carlotta Gilli (27s07). As duas companheiras de pódio são da classe S13, enquanto a brasileira é originalmente da classe S12, ou seja, tem um grau de deficiência maior. É comum que atletas de duas classes sejam reunidos nas disputas.

Foi o segundo pódio de Carol na capital japonesa. Ela já havia sido bronze nos 100m costas na classe S12.

É a terceira medalha de ouro do Brasil na natação nas Paralimpíadas de Tóquio. Antes de Carol, Gabriel Bandeira (100m borboleta S14) e Wendell Belarmino (50m livre S11) também foi ao degrau mais alto do pódio.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s