Ministério da Saúde estuda punições à Precisa Medicamentos

Após o governo romper o contrato de compra da vacina indiana Covaxin com a Precisa Medicamentos, o Ministério da Saúde estuda punições à empresa. A Precisa é investigada pela CPI da Pandemia por irregularidades na venda dos imunizantes.

As punições ainda não foram estabelecidas, porém cogita-se a possibilidade da empresa não fazer mais negócio com o Poder Público, com base na lei das licitações.

Atualmente, há dois processos tramitando contra a empresa que tentou intermediar a compra de vacinas no país. Além da Saúde, a Controladoria-Geral da União (CGU) também investiga a empresa baseada na lei anticorrupção.

Apesar de ser oficializada ontem, a suspensão do contrato já tinha sido anunciada pelo ministro Marcelo Queiroga em junho, após a Precisa ser alvo CPI da Pandemia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s