Claudiney Batista é ouro no lançamento de disco F56 em Tóquio

Claudiney Batista chegou às Paralimpíadas de Tóquio como favorito ao título. Campeão no lançamento de disco F56 na Rio 2016, o mineiro de Bocauíva ainda detinha o recorde mundial – 46,68m – da prova. Confirmando toda a sua expectativa, o atleta de 42 anos levou o ouro com facilidade ao lançar o disco a 45,59m, novo recorde paralímpico. A medalha de Claudiney foi o quinto ouro do atletismo brasileiro em Tóquio, o que deixa o país a duas conquistas do seu 100° ouro em Paralimpíadas.

A prata ficou com o indiano Yogesh Kathuniya, com 44,38m. O bronze foi para as mãos do cubano Leonardo Aldana, com 43,36m. Competem no lançamento de disco F56 atletas cadeirantes com sequelas de poliomielite, lesão medular e amputação.

O domínio de Claudiney Batista foi tão grande que outros dois dos seus seis lançamentos já seriam suficientes para o ouro. Além dos 45,59m, o brasileiro lançou o disco para 44,57m e 44.92m. Ele também obteve um 45,25m, um 43,77m, além de ter um lançamento queimado.

Sempre bate aquela ansiedade para a prova. Eu estava muito bem preparado e graças a Deus deu certo, mais uma vez fui coroado e agora sou bicampeão. Fico feliz pelo trabalho dos últimos cinco anos que foi premiado. Eu estava muito bem preparado, entrei um pouco tenso, preocupado com a arbitragem, mas as coisas acabaram fluindo – disse Claudiney.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s