Com 11 novos casos de rabdomiólise, a doença da urina preta, já são 44 infectados no Amazonas

Mais 11 notificações de rabdomiólise, conhecida popularmente como “doença da urina preta”, foram registradas pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e o número de contaminados jpa chega a 44 pessoas.

A Fundação recebeu as notificações nesta segunda-feira (30). Entre os casos da síndrome notificados no estado, 34 foram em Itacoatiara (sendo um deles levado a óbito), quatro em Silves, dois em Manaus, dois em Parintins, um em Caapiranga e um em Autazes.

Das novas notificações registradas, cinco são de Itacoatiara, quatro de Silves e duas de Parintins. Nesta segunda-feira (30), seguem internadas 10 pessoas, todas adultas e residentes em Itacoatiara. Os demais pacientes já receberam alta hospitalar.

A rabdomiólise é uma síndrome clínico-laboratorial que decorre da lesão muscular com a liberação de substâncias intracelulares para a circulação sanguínea.

Ocorre normalmente em pessoas saudáveis, na sequência de traumatismos, atividade física excessiva, crises convulsivas, consumo de álcool e outras drogas, infecções e ingestão de alimentos contaminados, que incluem o pescado, alimento comum na região atingida. O quadro clínico da doença pode incluir elevações assintomáticas das enzimas musculares séricas (creatinina-fosfoquinase – CPK).

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s