CPI apura boletos de R$ 47 mil emitidos por empresa investigada a ex-diretor do Ministério da Saúde

A CPI da Covid vê indícios de pagamentos de boletos em favor do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias pela Voetur, uma empresa investigada pelos senadores.

Entre os dias 15 de maio e 6 de julho deste ano, foram emitidos nove boletos em nome de Dias, em um total de R$ 47 mil. Os valores variam de R$ 785,22 a R$ 7.000.

Para os senadores, as transferências podem ser uma tentativa de camuflar supostas propinas pagas a Dias pela VTC Log, que tinha contratos com o ministério, por meio de sua subsidiária Voetur.

Em nota, a Voetur afirmou que nunca efetuou pagamentos ou transferências em nome de Dias. Procurado pela Folha, o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde não respondeu até a conclusão desta reportagem.

A VTC Log, por sua vez, também em nota, afirmou que Dias é um cliente da Voetur, e não um credor do grupo, não tendo, assim, nada a receber. Porém, a empresa admitiu que Dias está inadimplente com a agência de viagens, sem dar detalhes.

Enquanto os pagamentos eram efetuados, a CPI já citava o nome de Dias em investigações.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s