Decreto autoriza postos a comprarem etanol direto dos produtores

Os postos de combustíveis podem comprar etanol direto dos produtores. O decreto regulamentando essa medida provisória foi publicado nesta terça-feira (14) no Diário Oficial da União.

A MP tinha sido assinada em 11 de agosto pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas o texto estabelecia um prazo de 90 dias para o início de vigência. Bolsonaro, porém, antecipou as regras.

O governo federal acredita que vender o etanol direto da usina para o posto consegue reduzir o preço da transação e, portanto, diminuir o preço do etanol na hora de abastecer o tanque.

De acordo com os órgãos de defesa do consumidor, essa mudança aumenta o risco da compra de etanol adulterado, já que permite a venda de etanol de outras marcas.

Por isso, o texto diz que os postos devem informar o nome dos fornecedores de forma destacada e de fácil visualização para assegurar que o consumidor seja devidamente informado sobre a origem do combustível.

Também há preocupação de fraude tributária, já que as usinas vão recolher impostos também recolhidos pelas produtoras.

Para reduzir este risco, o governo transferiu a parcela de impostos federais do distribuidor para as usinas, no caso da venda direta.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s