Bolsonaro diz que fake news fazem parte da vida

Sem citar diretamente a medida provisória que limita a remoção de contas e perfis das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que fake news fazem parte da vida e comparou o tema a uma “mentirinha” contada para uma namorada.

“Fake news faz parte da nossa vida. Quem nunca contou uma mentirinha para a namorada? Se não contasse, a noite não ia acabar bem”, disse Bolsonaro nesta terça-feira (14) durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Muitas vezes erramos, quem nunca errou, né, no palavreado? Às vezes custa caro para a gente. Mas é melhor viver assim, como a imprensa, melhor viver assim, em liberdade, do que não ter liberdade”, disse no mesmo discurso.

Em outro momento, o presidente afirmou que não é necessário regular o tema das fake news. “Fake news é quase que nem um apelido, cai por si só. Não precisamos de regular isso aí.”

Deixemos o povo à vontade. Obviamente, quando se vai para pedofilia e outras coisas, não tem cabimento. Isso não é fake news, é crime”, continuou.

Na noite desta terça, o presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu devolver ao governo à medida provisória.

Uma semana depois de ter liderado atos de raiz golpista no 7 de Setembro e dias após ter divulgado nota retórica em que abaixa o tom com os demais Poderes, Bolsonaro promoveu cerimônia no Planalto na qual distribuiu homenagens a parlamentares e a um ministro do STF (Supremo Tribunal Federal).

Bolsonaro usou o evento, que teve a participação dos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, além do ministro do STF Dias Toffoli, para afirmar que o Executivo, o Legislativo e o Judiciário são “um só corpo” e que o “bom entendimento” dos Poderes é a “alegria do nosso povo”.

Nosso governo conversa com todo mundo. Esse prêmio, esse simples troféu, é um reconhecimento a todos vocês pela colaboração com o governo e com o Brasil. O que seria do Executivo sem o Senado, sem a Câmara, e também, por que não dizer, em muitos momentos sem o STF? Nós somos um só corpo. O nosso bom entendimento, [é a] alegria do nosso povo”, declarou.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, entregaram troféus do prêmio Marechal Rondon das Comunicações para dezenas de autoridades.

Além de Toffoli e dos chefes do Legislativo, foram agraciados Bolsonaro, dirigentes de empresas públicas do governo, ministros, deputados, senadores e integrantes do TCU (Tribunal de Contas da União).

O prêmio é organizado pelo Ministério das Comunicações. Entre os senadores, receberam o troféu Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do mandatário, e Davi Alcolumbre (DEM-AP), que como presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) tem bloqueado a indicação de André Mendonça para uma vaga no STF.

Os afagos de Bolsonaro ao Parlamento e ao Supremo ocorrem após uma reviravolta na retórica do presidente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s