EUA passam a aceitar turistas vacinados com Coronavac

Os Estados Unidos aceitarão o uso por visitantes internacionais de vacinas contra a Covid-19 autorizadas pelos reguladores dos EUA ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS), dentre elas Coronavac, disse o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) na noite desta sexta-feira (8).

“Seis vacinas autorizadas/aprovadas pela FDA [a agência reguladora norte-americana] ou listadas para uso emergencial pela OMS atenderão aos critérios para viagens aos EUA”, afirmou um porta-voz do CDC à Reuters.

Brasileiros totalmente vacinados contra a Covid-19 já estavam liberados para entrar em pelo menos 15 países com imunizantes aprovados no Reino Unido: AstraZeneca, Janssen, Moderna e Pfizer.

Agora, nos Estados Unidos, quem tomou Coronavac será liberado para entrar no país e não vai precisar cumprir o período de isolamento.

Além da Coronavac, as vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela OMS são:

Pfizer, listada para Uso de Emergência da OMS em 31 de dezembro de 2020;

AstraZeneca, listada para Uso de Emergência da OMS em16 de fevereiro;

Janssen, listada para Uso de Emergência da OMS em 12 de março de 2021;

Moderna, listada para Uso de Emergência da OMS em 30 de abril de 2021;

Sinopharm, listada para Uso de Emergência da OMS em 7 de maio de 2021;

A Coronavac foi listada para Uso de Emergência da OMS em 1 de junho de 2021.

Nesta sexta-feira (8), o Centro para Controle e Prevenção de Doenças disse ainda que deverá informar as companhias áreas sobre as vacinas que serão aceitas para “ajuar a preparar os sistemas”.

Segundo o CDC, orientações e informações adicionais serão divulgados assim que os requisitos para os EUA receberem os turistas forem finalizados.

A companhia Airlines for America disse que está “satisfeita” com a decisão do CDC de aprovar uma lista de vacinações autorizadas para viajantes que entram nos Estados Unidos.

“Esperamos trabalhar com a administração para implementar esta nova vacina global e estrutura de testes até o início de novembro de 2021”, comunicou.

O CDC ainda deve detalhar as regras para exceções, que incluem crianças que ainda não podem se vacinar, bem como para visitantes de países onde as vacinas não estão amplamente disponíveis.

Alguns países pressionaram a administração de Biden para aceitar as vacinas aprovadas pela OMS, uma vez que as vacinas autorizadas pela agência reguladora dos EUA não são amplamente utilizadas em todos os países.

Na última quinta-feira (7), o Reino Unido anunciou que, a partir da próxima segunda-feira (11), começa a receber brasileiros vacinados com as duas doses ou dose única há pelo menos 14 dias, sem necessidade de quarentena.

Segundo o CDC, os Estados Unidos admitirão viajantes totalmente vacinados da Grã-Bretanha, Irlanda, China, Índia, África do Sul, Irã e Brasil. Além disso, aceitarão pessoas dos 26 chamados países Schengen da Europa.

Antes do anúncio desta sexta-feira (8), as regras dos EUA barraram a maioria dos cidadãos não americanos que esteve nesses países nos últimos 14 dias.

Segundo levantamento realizado pela CNN, os países que já permitem a entrada de brasileiros são:

Inglaterra

Escócia

País de Gales

Irlanda do Norte

França

Espanha

Portugal

Holanda

Bélgica

Estados Unidos (aceita também vacinas aprovadas pela OMS, como a Coronavac)

Canadá

México

Argentina

Paraguai

Colômbia

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s