Relator da CPI da Covid deve propor pena de dois anos de prisão para quem divulgar fake news

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) deve propor em seu relatório um projeto de lei que estabelece prisão de até dois anos para quem disseminar notícias falsas com conhecimento de que se trata de fake news.

A ideia é também sugerir regras para as empresas de mídia sociais, para que elas passem a exigir o RG e não só o e-mail para a criação de contas. Assim, avalia o relator, seria mais fácil coibir a existência de robôs.

O conteúdo final do relatório de Calheiros ainda é debatido com integrantes da comissão.

A ideia do senador é discutir com os parlamentares individualmente o teor do parecer, que pretende apresentar na semana do dia 18 de outubro.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s