Brasil organiza leilão da rede 5G e espera atrair US$ 9 bilhões

O Brasil, a maior economia latino-americana com 213 milhões de habitantes, iniciará na quinta-feira (4) o leilão da rede de 5G, uma tecnologia com a qual espera modernizar seu setor de produção e atrair investimentos de quase 9 bilhões de dólares. 

Além da rede principal, de uso geral, o Brasil oferecerá a operação de uma rede paralela para uso exclusivo do governo, na qual não será possível usar equipamentos da empresa chinesa Huawei, excluída pelos termos da licitação em meio a uma disputa geopolítica por alegações de espionagem. 

Quinze empresas apresentaram propostas à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), incluindo três grandes que já operam os serviços de telefonia e internet no país: Tim (filial brasileira da Telecom Italia), Vivo (Brasil) e Claro (México). 

“Espera-se que seja o leilão que chega a 50 bilhões de reais nesse setor. É o maior dessa questão de telecomunicação e um dos maiores leilões internacionais de 5G, o potencial é gigantesco”, disse à AFP o coordenador da área de Direito e Tecnologia do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS), Christian Perrone.

Desse valor, o governo espera arrecadar cerca de 10 bilhões de reais pelo uso das frequências. O restante corresponderia a investimentos em nova infraestrutura, incluindo equipamentos e torres de transmissão. 

Os especialistas calculam que o 5G precisa de entre quatro e dez vezes mais antenas que o 4G.  

Estarão em disputa blocos regionais e nacionais de diferentes frequências, cada um com uma finalidade, velocidade e alcance diferentes.

As licenças de operação são para um período de 20 anos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s