Carnaval em SP: ‘É precoce pensar em uma situação de multidões, mesmo daqui a 3 meses’, diz porta-voz da Saúde do governo

O coordenador do Comitê Científico contra a Covid-19 do governo de São Paulo, Paulo Menezes, declarou nesta quarta-feira (24) que é “precoce pensar em uma situação de multidões nas ruas, com aglomeração, mesmo que seja daqui a três meses”.

Hoje, eu entendo, e acho que posso falar em nome do comitê cientifico, que não é o momento de pensar nas grandes aglomerações do carnaval”, disse Menezes em coletiva de imprensa.

Apesar disso, o governador João Doria (PSDB) disse, na mesma coletiva de imprensa, que as decisões sobre a organização do carnaval em meio à pandemia de Covid-19 cabem às prefeituras do estado, e que elas podem adotar medidas mais rigorosas do que as implementadas pelo governo estadual.

“A decisão pertence a cada prefeitura, elas têm autonomia para essa decisão”, disse Doria.

“Nós, como governo do estado, temos sempre a medida da cautela, da prudência para que prefeitos e prefeitas possam agir dentro de um campo seguro e adequado. Prefeituras podem ser mais rigorosas do que o governo do estado, não podem ser menos rigorosas”, completou.

A discussão sobre o carnaval no estado de São Paulo ocorre em meio a anúncios de diversas prefeituras que decidiram não organizar o evento no ano que vem por conta da pandemia.

Para o coordenador do comitê de Saúde, Paulo Menezes, ainda que as perspectivas sejam boas, não é possível afirmar que o estado está livre da pandemia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s