Erupção de vulcão em La Palma tem fim após três meses de destruição

Cientistas declararam neste sábado (25) que a erupção em La Palma, na Espanha, terminou oficialmente, permitindo que os ilhéus respirassem aliviados quase 100 dias depois que o vulcão Cumbre Vieja começou a expelir lava, rocha e cinzas.

Depois de entrar em ação em 19 de setembro, o vulcão repentinamente adormeceu em 13 de dezembro, mas as autoridades esperaram até o Natal para anunciar a novidade, com medo de criar falsas esperanças à população.

“O que quero dizer hoje pode ser dito com apenas quatro palavras: a erupção acabou”, disse o chefe de segurança regional das Ilhas Canárias, Julio Perez, em entrevista coletiva.

Durante a erupção, a lava desceu pelo encosta da montanha, engolindo casas, igrejas e muitas plantações de banana que respondem por quase metade da economia da ilha. Embora propriedades tenham sido destruídas, ninguém morreu.

Maria José Blanco, diretora do Instituto Geográfico Nacional das Canárias, afirmou que todos os indicadores sugerem que a erupção ficou sem força, não descartou uma reativação futura.

Cerca de 3 mil propriedades foram destruídas pela lava que agora cobre 1.219 hectares, — o equivalente a cerca de 1.500 campos de futebol — de acordo com levantamento final dos serviços de emergência.

Das 7 mil pessoas evacuadas, a maioria voltou para casa, mas muitas das propriedades que permanecem de pé estão inabitáveis ​​devido aos danos causados ​​pelas cinzas. Com muitas estradas bloqueadas, algumas plantações agora são acessíveis apenas por mar.

O casal alemão Jacqueline Rehm e Juergen Doelz estava entre os forçados a evacuar, fugindo de sua casa alugada na vila de Todoque e se mudando para seu pequeno veleiro por sete semanas.

“Não pudemos salvar nada, nenhum dos móveis, nenhuma das minhas pinturas, está tudo sob a lava agora”, disse Rehm, 49, acrescentando que eles se mudariam para a vizinha Tenerife depois do Natal.

“Eu não tenho certeza se realmente acabou. Eu não confio nessa besta de jeito nenhum”, disse ela.

O rugido vulcânico que serviu como um lembrete constante da erupção pode ter diminuído e os ilhéus não precisam mais carregar guarda-chuvas e óculos para se proteger contra as cinzas, mas uma gigantesca operação de limpeza está apenas começando.

O governo prometeu mais de 400 milhões de euros (US$ 453 milhões) para a reconstrução, mas alguns residentes e empresas reclamaram que os fundos demoram a chegar.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s