UPAs de BH têm lotação e pacientes deitados no chão à espera de atendimento

Superlotação e pacientes deitados no chão por horas à espera de assistência se tornaram comuns nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Belo Horizonte nos últimos dias.

Apenas entre o final da tarde desta segunda-feira (27) e a madrugada desta terça-feira (28), o g1 Minas recebeu reclamações referentes a seis das nove unidades com atendimento 24 horas da capital.

A babá Ronilda Teixeira de Oliveira, de 50 anos, foi à UPA Odilon Behrens com o marido, de 49, por volta das 2h da madrugada. Ele estava com falta de ar e dor no peito e só foi atendido seis horas mais tarde, em torno de 8h30.

“É um descaso com a população”, disse Ronilda.

Na UPA Nordeste, o auxiliar de cozinha Leonardo dos Santos, de 25 anos, precisou esperar cerca de 12 horas por uma consulta. Com dor na coluna, ele chegou à unidade por volta das 13h30 desta segunda-feira e só foi atendido na madrugada desta terça-feira. Tomou duas injeções e voltou para a casa ainda sentindo dores.

“Disseram que a equipe estava completa. Mas quando fui lá, havia pessoas deitadas em todas as partes do estacionamento”, contou a mulher de Leonardo, que não quis ser identificada.

O mecânico Rodrigo Alexandre Silva, de 36 anos, passou praticamente toda a segunda-feira na UPA Barreiro. Após esperar por quase 14 horas, com tosse e dor nas costas, ele desistiu e foi embora sem atendimento.

“Fiquei deitado no chão, correndo o risco de pegar uma infecção, e acabei desistindo de esperar. Falaram que tinha dois médicos e mais de 150 pessoas para serem atendidas. É um descaso”, lamentou.
Nas UPAs Leste e Norte, pacientes também reclamaram de lotação e demora no atendimento. Na de Venda Nova, a estagiária Ana Carolina França, de 21 anos, disse que só havia um médico nesta segunda-feira para mais de 50 pacientes.

O que diz a prefeitura
A Prefeitura de Belo Horizonte disse que vai ampliar o horário de funcionamento de nove centros de saúde da cidade, um em cada regional, para desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Os postos vão funcionar das 7h às 22h. Atualmente, a maioria dos centros funciona só até as 19h, com alguns funcionando só até as 17h.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s