Minas Gerais tem 138 cidades em situação de emergência devido à chuva

Deslizamento, pessoas ilhadas, desabamentos e mortes. A chuva não dá trégua em Minas Gerais e, conforme boletim da Defesa Civil Estadual, divulgado neste domingo (9), 138 cidades mineiras estão em situação de emergência. Seis pessoas morreram desde o início do período chuvoso no estado, em outubro de 2021, e ao menos outras duas mortes, em Belo Horizonte e Betim, devem entrar no próximo informativo do órgão.

Devido à situação do estado e também por causa da tragédia em Capitólio, o governador Romeu Zema decretou luto oficial de três dias. Conforme o comunicado, Zema assinou o decreto “em sinal de pesar às vítimas da tragédia em Capitólio e em respeito aos mineiros afetados pelas fortes chuvas dos últimos dias”.

Em cidades da região metropolitana, como Betim, Sabará, Rio Acima, Brumadinho, Nova Lima e Ribeirão das Neves o cenário é de destruição. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil de cada município se desdobram para os atendimentos dos chamados e os resgates das vítimas.

Veja os dados dos atingidos pela chuva em Minas Gerais desde 1º de outubro de 2021, quando teve início o período chuvoso:
Número de desalojados: 13.723
Número de desabrigados: 3.374
Número de mortos: 6

Belo Horizonte
Em Belo Horizonte, de acordo com a Defesa Civil Municipal, desde as primeiras horas deste domingo até as 18h, 123 solicitações, via telefone 199, foram atendidas. A maioria dos atendimentos foram para vistorias em imóveis particulares nas regionais Noroeste, Norte e Leste. Ao todo, 112 pessoas estão desalojadas.

Neste domingo, uma mulher de 42 anos morreu após uma casa desabar no bairro São João Batista, na região de Venda Nova. Esse caso ainda não entrou no número de óbitos da Defesa Civil Estadual.

Na região Oeste da capital, após desabamento de área de lazer, moradores foram evacuados de um prédio no bairro Buritis. O imóvel está localizado na rua Ernani Agrícola, e equipe da Defesa deslocou ao local para realização de vistoria. Não houve danos estruturais no prédio, mas na área de lazer, onde fica a quadra.

Os responsáveis pelo local foram orientados a manter o isolamento e providenciar ações para mitigação dos riscos e recuperação do local.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s