Música gospel vira patrimônio imaterial do Recife, diz nova lei

A música gospel é, agora, patrimônio imaterial do Recife. É o que determina a Lei nº 18.889, de 5 de janeiro deste ano, sancionada pelo prefeito João Campos (PSB).

Em vigor na cidade desde a publicação no Diário Oficial do município, no sábado (8), a norma pretende valorizar o tipo de música que expressa a crença, individual ou comunitária, predominantemente cristã.

A palavra gospel vem do inglês “god spell”, ou “palavra de Deus”, em português. Com motivo religioso ou até cerimonial, ela tem como tema obrigatório o louvor.

O projeto que originou a nova lei é de autoria do vereador pastor Júnior Tércio (Podemos). O texto foi aprovado em segundo turno pela Câmara dos Vereadores do Recife em dezembro de 2021.

Em suas redes sociais, o parlamentar afirmou que o objetivo principal da música gospel é a evangelização. Ou seja, que as pessoas “confraternizem e conheçam a palavra de Deus”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s