Anvisa recomenda suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou ao Ministério da Saúde e à Casa Civil da Presidência da República, na tarde desta quarta-feira (12), a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros no Brasil, como ação necessária à proteção da saúde da população.

Três navios seguem fundeados no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, após a confirmação de casos de Covid-19 a bordo e a suspensão da temporada, até então com previsão de retomada em 21 de janeiro.

Segundo a agência reguladora, o documento encaminhado ao Ministério da Saúde e à Casa Civil foi concluído nesta terça-feira (11), e contém a apresentação do cenário epidemiológico de Covid-19 nas embarcações de cruzeiro que operam a temporada 2021-2022, incluindo as intercorrências, por embarcação, desde o início de suas operações em território nacional.

A Anvisa explica que os protocolos que definiu para a operação dos navios de cruzeiro no Brasil trouxeram dispositivos que permitiram acompanhar o cenário epidemiológico nas embarcações durante quase dois meses, e foram fundamentais para se identificar rapidamente a alteração no número de casos a bordo na penúltima semana epidemiológica de 2021.

Com isso, em 31 de dezembro de 2021, devido ao aumento exponencial de casos, especialmente entre tripulantes, a Anvisa recomendou a suspensão temporária dos cruzeiros, preventivamente, até que houvesse mais dados disponíveis para a avaliação do cenário epidemiológico.

Desde a recomendação de suspensão temporária, a Anvisa vem avaliando a evolução do cenário epidemiológico do SARS-CoV-2 a bordo dos navios, e também no Brasil e no mundo. Assim, observou que o cenário tem se tornado ainda mais desafiador, tendo em vista, principalmente, o aumento acelerado do número de casos nas embarcações e no Brasil.

Portanto, a agência entende que o cenário atual é desfavorável à continuidade das operações dos navios de cruzeiro. Nesse sentido, com fundamento no princípio da precaução, e a partir de todos os dados disponíveis, recomendou a suspensão definitiva da temporada de cruzeiros marítimos no Brasil, como ação necessária à proteção da saúde da população.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s