Rússia diz que sua maior embarcação no Mar Negro foi seriamente danificada em explosão

O navio mais importante da frota russa no Mar Negro, o cruzador antimísseis Moskvá, foi seriamente danificado após a explosão de parte de sua munição a bordo, segundo reportagem da agência de notícias Interfax que citou o Ministério da Defesa russo.

A Interfax reportou que toda a tripulação do navio conhecido como “assassino de porta-aviões” – o que dá cerca de 500 pessoas – foi retirada do navio e que a causa do incêndio está sendo investigada.

Uma autoridade ucraniana havia dito anteriormente que o navio teria sido atingido por dois mísseis, mas não apresentou nenhuma evidência para essa alegação.

O navio carrega 16 mísseis anti-navio do sistema P-1000 Vulkan, com alcance de pelo menos 700 quilômetros. Ele também leva sistemas de defesa aérea de longo alcance do Forte S-300, capazes de proteger um esquadrão inteiro de navios de ataques aéreos inimigos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s