Confronto na Esplanada das Mesquitas de Jerusalém deixa feridos; entenda escalada de conflitos no Oriente Médio

Policiais israelenses disparam balas de borracha contra manifestantes palestinos que carregavam pedras — Foto: Ammar Awad/ Reuters

Mais de 20 pessoas ficaram feridas e 18 foram detidas neste domingo (17) em confrontos dentro da Esplanada das Mesquitas de Jerusalém, em Israel. Forças de segurança do país e manifestantes palestinos voltaram a se enfrentar. A polícia entrou no local, o terceiro mais sagrado para o Islã, sob a alegação de que homens carregavam pedras para jogar contra judeus que entrassem na esplanada.

A Esplanada das Mesquitas é também considerada o local mais sagrado para os judeus, que chamam o lugar de Monte dos Templos. A população judaica pode entrar na esplanada em horários específicos, mas é proibida de rezar ali.

O local, que fica na Cidade Velha de Jerusalém Oriental, uma área palestina ocupada por Israel desde 1967, foi também palco de confrontos violentos na sexta-feira (15), que terminaram com 152 feridos. Os confrontos ocorrem em um momento de escalada de conflitos no Oriente Médio.

“Al-Aqsa (nome dado também em árabe à Esplanada das Mesquitas) é nossa, apenas nossa, e os judeus não têm absolutamente nenhum direito sobre este lugar”, declarou em nota o chefe do braço político do Hamas, Ismail Haniyeh.

Também em comunicado, o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, afirmou que “as forças de segurança têm carta branca para (…) garantir a segurança dos cidadãos israelenses”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s