Para vigiar o lockdown e controlar a nova onda de Covid, China aposta em “cachorros-robôs”

Cachorros-robôs fazem parte da nova aposta da China para vigiar o lockdown e controlar a nova onda de Covid-19 no país. Os aparelhos andam pelos bairros de Xangai com um megafone atado ao corpo, dando ordens aos moradores, como: “lavem as mãos” e “usem máscara”.

O robô de quatro “patas” também entra em prédios residenciais onde há testagem em massa durante a noite, para convocar os moradores a coletarem as amostras.

Mas a inteligência artificial não trabalha sozinha. Xangai também usa drones para monitorar e controlar as atividades dos habitantes da cidade, além das câmeras de seguranças que ficam espalhadas pela cidade.

O rígido confinamento foi instalado há semanas, sem aviso prévio, como parte da política de “Covid Zero” do país. A cidade de Xangai enfrenta o pior momento desde que a pandemia começou, com prevalência da variante ômicron.

Neste domingo (17), o governo anunciou três primeiras vítimas fatais de Xangai do novo surto de coronavírus. Além disso, a cidade registrou 22.248 novos casos da doença no domingo, e 21.582 no sábado (16). Desde o ínicio do mês de março foram mais de 320 mil casos de infecções.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s