Militar russo de 21 anos é 1º acusado de crimes de guerra na Ucrânia

Um militar russo de 21 anos se tornou o primeiro acusado formalmente de cometer crimes de guerra na Ucrânia, informou nesta quarta-feira (11) o Ministério Público deste país.

O réu, identificado pela imprensa local como o sargento Vadim Shishimari, é acusado de matar um homem civil de 62 anos que andava de bicicleta em uma estrada perto de casa.

Essa é a primeira acusação por violação das leis e costumes da guerra, combinada com assassinato premeditado, movida contra os militares russos desde a invasão da Ucrânia.

Em nota, o gabinete da procuradora-geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, informou que o acusado está atualmente detido em solo ucraniano.

Segundo a investigação, o acusado teria invadido a vila de Chupakhivka, na região de Sumy (norte da Ucrânia), em um carro roubado durante uma fuga.

Ele teria então avistado um morador da aldeia andando de bicicleta enquanto falava ao telefone e disparou contra ele para que a posição do grupo não fosse denunciada.

Em um post no Facebook, Venediktova informou que o acusado, se for condenado, poderá ser passar a vida toda na cadeia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s