Suspeito de matar estudante da Unicamp com 28 facadas confessa crime, diz delegado

O delegado de São João da Boa Vista (SP) Fabiano Antunes de Almeida disse ao g1 nesta quinta-feira (19) que o suspeito de matar a estudante da Unicamp com 28 facadas confessou o crime em detalhes durante o interrogatório e disse estar arrependido.

De acordo com o delegado, Michael Douglas da Silva, de 28 anos, afirmou que matou Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, para roubar o celular dela.

O aparelho foi encontrado com o suspeito no momento da prisão feita pela Polícia Civil e o Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) da Polícia Militar de Piracicaba (SP), na manhã de quarta-feira (18).

Mayara foi assassinada no domingo (15) após sair para uma caminhada na estrada da Serra da Paulista. O suspeito estava escondido em uma mata e abordou a vítima.

“Ele viu que ela estava usando um telefone celular e foi para roubar. Ela se negou a entregar, então ele a matou. O que ele falou foi isso”, disse o delegado.

De acordo com o delegado, não houve abuso sexual. “Falei com o médico ontem, estava tudo íntegro. Ele [suspeito] falou que abaixou um pouco as calças dela para ver se tinha mais pertences, mas ele não mexeu, não”, relatou o delegado.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s