200 corpos são encontrados em um porão de Mariupol

Trabalhadores que cavavam os escombros de um prédio residencial em Mariupol encontraram 200 corpos, disseram autoridades ucranianas nesta terça-feira (24), um lembrete sombrio dos horrores que ainda vêm à tona na cidade em ruínas que viu alguns dos piores sofrimentos da guerra de três meses.

“Os corpos encontrados no porão do prédio desmoronado estavam em decomposição e um fedor impregnava o bairro”, disse Petro Andryushchenko, assessor do prefeito. Não está claro quando eles foram descobertos.

Empoleirada no Mar de Azov, Mariupol foi implacavelmente atacada durante um cerco de meses que finalmente terminou na semana passada, depois que cerca de 2.500 combatentes ucranianos abandonaram uma usina siderúrgica onde haviam resistido pela última vez.

As forças russas já controlavam o resto da cidade, onde cerca de 100.000 pessoas permanecem fora de uma população pré-guerra de 450.000, muitas presas sem comida, água, calor ou eletricidade.

As autoridades ucranianas disseram que pelo menos 21.000 pessoas foram mortas e acusaram a Rússia de tentar encobrir a extensão dos horrores trazendo equipamentos móveis de cremação. Eles também alegaram que alguns dos mortos foram enterrados em valas comuns. Os ataques também atingiram uma maternidade e um teatro onde civis estavam abrigados.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky acusou os russos de travar uma “guerra total”, buscando infligir o máximo de morte e destruição possível ao seu país.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s