Com alta na fila por vaga em UTI, Pernambuco confirma mais de 30 mortes de bebês e crianças com doenças respiratórias

Após semanas em meio à explosão de infecções respiratórias na infância, a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) confirma, nesta terça-feira (24), a notificação de pelo menos 29 mortes de bebês e crianças até 5 anos, em decorrência de complicações da síndrome respiratória grave (srag) não causada por covid-19. O dado leva em consideração os registros deste ano feitos até o dia 21 de maio sem relação com o coronavírus.

Outros três óbitos mais recentes nessa faixa etária, também confirmados pela SES e ocorridos de 22 a 24 de maio, ainda não estão no total divulgado pela pasta.

Foram vidas perdidas à espera de um atendimento digno em leito de terapia intensiva (UTI), diante do cenário de avanço dos vírus respiratórios entre recém-nascidos e crianças, da dificuldade de atender esses pacientes nos hospitais, da falta de pediatras intensivistas e de cirurgiões pediátrico.

As informações são do Jornal do Commercio.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s