Pernambuco tem 15 barragens que estão em capacidade máxima após fortes chuvas

Neste domingo (29), a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, por meio da Compesa, atualizou o levantamento da situação das barragens localizadas nas regiões Metropolitana do Recife, Agreste e Mata Norte. O diagnóstico teve como base a acumulação dos volumes de água nos últimos sete dias, período de incidência de chuvas fortes e frequentes no Estado. De acordo com a Compesa, não há riscos de rompimentos.

Na RMR, atingiram a capacidade máxima de acumulação e estão vertendo:

Várzea do Una (em São Lourenço da Mata)
Duas Unas (Jaboatão dos Guararapes),
Pirapama (Cabo de Santo Agostinho)
Sicupema (Cabo de Santo Agostinho)
Utinga (Ipojuca) e Bita (Ipojuca)

Tapacurá, em São Lourenço, atingiu 65,51%.

Já no interior, no Agreste e Zona da Mata Norte, nove mananciais atingiram a capacidade máxima:

Inhúmas e Mundaú (em Garanhuns)
Santana II (em Brejo da Madre de Deus)
Pedra Fina (em Bom Jardim)
Pau Ferro (em Quipapá)
Siriji, (em Vicência)
Orá/Cursaí (em Paudalho)
Tiúma, (em Timbaúba)
Tabocas/Piaça (em Belo Jardim)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s