Secretário de Justiça de SP nega recurso, e veterinária é multada em R$ 27 mil por tomar três doses de vacinas contra Covid em SP

O secretário estadual da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa, determinou a aplicação da primeira multa contra uma pessoa por furar a fila da vacinação contra a Covid-19. Com a decisão, irrecorrível no âmbito administrativo, a veterinária Jussara Sonner agora tem um prazo de 30 dias para pagar R$ 27.174,50.

A veterinária completou o esquema vacinal com duas doses da Coronavac em fevereiro e março de 2021 na Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Fátima, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Mesmo assim, tomou a dose única da Janssen na UBS Uirapuru no dia 30 de junho por vontade própria.

A dose de reforço começou a ser recomendada em setembro de 2021, após a fraude cometida pela veterinária, segundo a Secretaria da Justiça.

Além de publicar o comprovante de vacinação nas redes sociais, a veterinária chegou a narrar como fez para tomar as três doses da vacina no município. Quando questionada por uma outra pessoa na publicação como tinha conseguido burlar o sistema de vacinação, Jussara informou que foi até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) que estava sem computadores para verificar se o nome dela já constava no sistema de vacinação.

De acordo com o secretário Fernando José da Costa, desde que a entrada em vigor da lei estadual que prevê multa de R$ 100 mil para quem fura a fila de vacinação, em fevereiro de 2021, a veterinária é a primeira pessoa, de fato, condenada a pagar uma multa com base nessa infração por não haver mais a possibilidade de interposição de recurso no âmbito administrativo.

Em janeiro deste ano, a veterinária tinha recebido a mesma penalidade por parte da Comissão Especial Integrada da Vacinação da Secretaria da Justiça, que investigou o caso. “A infratora não apresentou argumentos que demonstrassem o seu arrependimento ou mesmo justificativa para passar na frente de outras pessoas que eram prioritárias na fila de vacinação à época”, explicou o secretário.

A GloboNews não localizou a defesa da veterinária para ouvi-la sobre a multa.

Em janeiro deste ano, a Justiça de São Paulo a condenou em primeira instância a pagar uma multa de R$ 50 mil de indenização ao Poder Público pelo mesmo motivo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s