Ao completar 75 anos, dom Fernando Saburido envia carta de renúncia ao papa Francisco

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, completa, nesta sexta-feira (10), 75 anos. Conforme rege o Código de Direito Canônico da Igreja Católica, os bispos devem renunciar ao chegarem a essa idade.

O religioso preparou uma carta de renúncia que deverá ser enviada ainda nesta sexta ao Papa Francisco, responsável por acolher o pedido e nomear o seu sucessor.

Dom Fernando agora se prepara para deixar a liderança da Arquidiocese de Olinda e Recife (AOR), função que ocupa desde agosto de 2009. Ainda não há uma data específica para que ele saia, de fato, do cargo de arcebispo e nem se sabe ainda qual será o seu sucessor.

Em comunicado divulgado pela AOR, dom Fernando apresenta a carta encaminhada ao papa:

“Meus queridos irmãos e irmãs, hoje, dia 10 de junho, eu tenho a alegria de completar os meus 75 anos de vida. E conforme prescreve o Código de Direito Canônico, que está aqui em minhas mãos, no cânon 401, parágrafo primeiro, o bispo que completa esta idade precisa renunciar ao cargo que ele vinha exercendo na diocese. Diante disso, eu devo hoje cumprir aquilo que o Direito Canônico determina. Preparei uma carta que devo encaminhar hoje para o Santo Padre”

No documento, dom Fernando resume sua vida episcopal e agradece a Deus pela missão, além de pedir bênçãos. “Rendo graças a Deus por ter me conduzido até aqui apesar de minha indignidade. Tenho a minha consciência em paz de que nas três missões confiadas à minha pequenez, tudo fiz para dar o melhor de mim mesmo buscando sempre priorizar a vontade de Deus e da Igreja“, afirma.

Na carta, o arcebispo afirma ao papa Franciso que aguarda a aceitação da renúncia a nomeação de seu sucessor. Dom Fernando ainda esclarece que segue a serviço da arquidiocese até a data da posse do novo arcebispo.

Quando o sucessor assumir, dom Fernando Saburido passará a ser arcebispo emérito.

Biografia
Filho de Pedro Antônio Saburido e Severina Lira Saburido, Antônio Fernando Saburido é o 8º arcebispo metropolitano de Olinda e Recife e trigésimo segundo bispo a ocupar o sólio olindense. Nasceu no distrito de Jussaral, na cidade pernambucana do Cabo de Santo Agostinho, a 32 quilômetros do Recife, em 10 de junho de 1947.

Cursou os ensinos fundamental e médio em Vitória de Santo Antão e no Seminário Menor da Imaculada Conceição, no bairro da Várzea, Recife, concluindo no Colégio Estadual Oliveira Lima, no Recife.

Em 1975, ingressou no Mosteiro de São Bento de Olinda, tendo sido recebido pelo abade Dom Basílio Penido, onde recebeu a formação monástica e cursou Filosofia e Teologia na Escola Teológica do mesmo mosteiro.

Em 21 de março de 1978, professou votos religiosos como membro da Ordem de São Bento, sendo ordenado sacerdote em 17 de dezembro de 1983.

No Mosteiro de São Bento, entre outras atividades, foi ecônomo no período de 1980 a 1988 e professor do Colégio São Bento.

Na Arquidiocese de Olinda e Recife, exerceu as funções de administrador e pároco das Paróquias de Nossa Senhora de Guadalupe e São Lucas, no bairro de Ouro Preto, em Olinda; Vigário-geral e Coordenador Arquidiocesano de Pastoral. Fez parte do Conselho Presbiteral, Colégio dos Consultores e Conselho Econômico da Arquidiocese.

Em 31 de maio de 2000, foi nomeado pelo papa João Paulo II bispo titular de Tartia Montana e Auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, sendo ordenado no dia 20 de agosto de 2000.

Em julho de 2002, dom Fernando Saburido tornou-se presidente do Regional Nordeste II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e membro do Conselho Permanente da CNBB em Brasília-DF. Na ocasião, dom Fernando substituiu dom Antônio Soares Costa, bispo de Caruaru, que morreu um mês antes.

O papa Bento XVI nomeou no dia 18 de maio de 2005, dom Antônio Fernando Saburido como o novo bispo da diocese vacante de Sobral/CE.

Nomeado oficialmente arcebispo de Olinda e Recife no dia 1º de julho de 2009, dom Fernando foi empossado no dia 16 de agosto de 2009. Como arcebispo, foi eleito mais uma vez membro do Conselho Permanente da CNBB em Brasília, membro do Conselho Episcopal de Pastoral e Econômico do Regional NE2 e bispo de referência da Pastoral da Saúde. Integra ainda a Comissão Episcopal Nacional do Movimento de Educação de Base – MEB, com sede em Brasília-DF.

No dia 8 de maio de 2014, dom Fernando foi eleito para a função de presidente do Regional NE2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. A escolha do epíscopo aconteceu durante a 52ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida/SP. O religioso sucedeu dom Genival Saraiva, bispo de Palmares, que teve sua renúncia acolhida pela Santa Sé por ter atingido a idade máxima para o serviço do episcopado.

Em 2015 foi reeleito presidente do Regional NE2, para o quadriênio 2015-2019, sendo a terceira vez que ocupou o cargo. Terminada a gestão, o arcebispo foi eleito em 2020 bispo referencial para o Ecumenismo e Diálogo Inte-religioso na CNBB NE2.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s