Bolsonaro: “Não precisamos da Amazônia para expandir agronegócio”

Em discurso nos Estados Unidos, nesta sexta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro (PL) defendeu a política ambiental adotada no Brasil. Disse que nenhum país possui legislação ambiental “tão completa e restritiva” e destacou o potencial agrícola brasileiro.

“O Brasil alimenta 1 bilhão de pessoas, garantimos segurança alimentar de 1/6 da população mundial. Uma realidade: sem o nosso agronegócio, o mundo passaria fome. Brasil não apenas evitou uma crise alimentar, ao garantir acesso a fertilizantes, mas também desempenhou papel de liderança na busca de soluções internacionais em favor da segurança alimentar”, afirmou Bolsonaro durante a Cúpula das Américas, realizada em Los Angeles, nos Estados Unidos.

“Somos um dos países que mais preservam o meio ambiente e suas florestas. Temos a matriz energética mais limpa e diversificada do mundo. Mesmo preservando 66% de nossa vegetação nativa e usando apenas 27% do nosso território para pecuária e agricultura, somos uma potência agrícola sustentável. Não necessitamos da região amazônica para expandir nosso agronegócio. Somente no bioma amazônico, 84% da floresta está intacta, abrigando a maior biodiversidade do planeta”, prosseguiu.

O mandatário brasileiro ainda frisou o tamanho da Amazônia brasileira e o respeito a compromissos internacionais:

“Nossos desafios são proporcionais ao nosso tamanho. Lembro que a área da região amazônica equivale a toda a Europa Ocidental. Nenhum país do mundo possui legislação ambiental tão completa e restritiva. Nosso Código Florestal deve servir de exemplo para outros países. Afinal, somos responsáveis pela emissão de menos de 3% de carbono do planeta, mesmo sendo a décima economia do mundo. Para proteção das florestas, o governo federal reforçou o combate ao desmatamento e estabeleceu a operação ‘guardiões do bioma Amazônia’, sob coordenação e controle do Ministério da Justiça. Com o lançamento do programa metano zero, fomos o primeiro país a implementar compromissos assumidos durante a COP26”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s