“As próximas semanas não serão fáceis”, diz Margareth Dalcolmo sobre pandemia de Covid-19 no Brasil

“As próximas semanas não serão fáceis”. O alerta é da especialista em coronavírus, a médica, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e integrante do comitê de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margareth Dalcolmo, em fala à Folha de Pernambuco.

Boletim recente da fundação indica um aumento no total de casos graves de síndromes respiratórias no Brasil causados pela Covid-19. Em Pernambuco, o balanço diário voltou a superar a barreira dos mil casos em 24 horas, o que não ocorria há 50 dias.

Para Dalcolmo, o momento atual da pandemia de Covid-19 pede a conscientização sobre mais rigor com as medidas não farmacológicas para combater o Sars-CoV-2, como o uso de máscaras de proteção, sobretudo em ambientes fechados, e a higienização das mãos.

“Não precisaria nem que nós fizéssemos os alertas que nós vamos continuar fazendo diariamente: é preciso usar máscaras em ambientes fechados”, diz a médica.

Em Pernambuco, a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes ao ar livre foi retirada em 29 de março. Pouco menos de um mês depois, em 20 de abril, a medida foi estendida a ambientes fechados. Atualmente, o uso do equipamento é obrigatório apenas em hospitais e farmácias, transporte público e escolas.

Margareth também cita que é preciso avançar com a vacinação para conter o vírus, especialmente de crianças. “É um apelo que eu, pessoalmente, fiz quando estive em Pernambuco três meses atrás e continuarei fazendo: é muito importante que as crianças acima de cinco anos sejam vacinadas com duas doses da vacina para a Covid-19”, afirmou.

Segundo os dados mais recentes da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), apenas 28,35% das crianças de 5 a 11 anos receberam a segunda dose do imunizante em Pernambuco. O Estado liberou, nos últimos dias, a imunização com a quarta dose para adultos com 50 anos e mais e profissionais de saúde e todos com mais de 18 anos que estão em abrigos após as fortes chuvas.

Com mais de 100 artigos científicos publicados nacional e internacionalmente, Margareth Dalcolmo é um dos principais nomes da comunidade científica brasileira no combate à pandemia de Covid-19. Recentemente, lançou o livro “Um tempo para não esquecer – A visão da ciência no enfrentamento da pandemia do coronavírus e o futuro da saúde”, com tarde de autógrafos no Recife.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s