Árbitro é espancado até a morte após expulsar jogador durante partida em El Salvador

Um caso de violência chocou o mundo do futebol no último domingo. O árbitro Jose Arnolda Amaya, de 63 anos, foi espancado até a morte após mostrar cartão vermelho para o jogador Juan Manuel Cruz Lorenzana, durante partida no Estádio de Toluca, em El Salvador. Segundo o jornal local El Clarín, o juíz teria sido derrubado pelo atleta com um chute no peito e agredido com diversos golpes até ficar inconsciente.

Ainda segundo a publicação, Amaya chegou a ser socorrido, mas morreu no caminho para o Hospital Zacamil, na capital São Salvador. A causa do óbito foi uma hemorragia interna. Na segunda-feira, a Federação Salvadorenha de Futebol (FESFUT) divulgou nota repudiando veementemente o episódio.

“Como federação, repudiamos todos os atos de violência que estão ocorrendo nos diferentes cenários esportivos do país”, escreveu a entidade. “A FESFUT se une à dor que atinge a sua estimada família.”

Lorenzana estava foragido desde o fim da partida, mas foi preso nesta terça-feira, na colônia de Miramonte. Em seu perfil no Twitter, a Polícia Nacional Civil publicou uma foto do jogador preso com a seguinte legenda: “nenhum crime ficará impune”. Ele será acusado pela morte do árbitro.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s