Indígena morre após abordagem policial no Sertão de Pernambuco, corregedoria apura se houve excesso dos PMs

A Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco instaurou uma investigação preliminar para apurar se policiais militares tiveram relação com a morte de um indígena no município de Carnaubeira da Penha, no Sertão de Pernambuco.

O indígena Atikum Edvaldo Manoel de Souza, de 61 anos, morreu na última quarta-feira (15), após ser abordado por policiais militares em frente à casa onde morava, na Aldeia Olho D’Água do Padre, na zona rural de Carnaubeira da Penha.

O caso foi registrado na delegacia municipal como “morte a esclarecer”. No entanto, a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme) denuncia que Edvaldo foi agredido pelos policiais militares.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s