RS confirma 2º caso de varíola dos macacos; já são sete no país

O Ministério da Saúde confirmou, nesta sexta-feira (17), o segundo caso de varíola dos macacos no Rio Grande do Sul, o sétimo no país. Trata-se de um homem de 34 anos, residente de Porto Alegre, com histórico de viagens a países europeus.

A informação também foi confirmada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e pela Secretaria Estadual da Saúde (SES). O paciente apresenta quadro clínico estável, sem complicações. O paciente está em isolamento domiciliar. Ele e seus contatos são monitorados por equipes de saúde.

Segundo o Ministério da Saúde, são quatro casos confirmados em São Paulo, dois no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro. Outros nove casos seguem em investigação.

A confirmação se deu após divulgação do resultado do exame laboratorial no Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. O homem passou por atendimento médico nas últimas semanas e está sob acompanhamento. O caso havia sido notificado como suspeito na terça-feira (14).

O primeiro caso confirmado da doença no estado ocorreu no dia 12 de junho. O paciente é um homem de 51 que chegou a Porto Alegre após viagem a Portugal. Não há relação entre os dois casos, afirmam as autoridades sanitárias gaúchas.

Nota do Ministério da Saúde:

O Ministério da Saúde foi notificado nesta sexta-feira (17) da confirmação de novo caso de monkeypox no Brasil, no Rio Grande do Sul. O caso foi confirmado pelo Instituto Adolf Lutz, em São Paulo, por meio de isolamento viral.

Trata-se de um paciente residente no Rio Grande do Sul, do sexo masculino, 34 anos, com histórico de viagem para Europa. O paciente está em isolamento domiciliar e apresenta quadro clínico estável, sem complicações e está sendo monitorado pelas Secretarias de Saúde do Estado e Município.

As medidas de controle foram adotadas de forma imediata, como isolamento e rastreamento de contatos em voo internacional com o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Ministério da Saúde, por meio da Sala de Situação e do CIEVS Nacional, segue em articulação direta com os estados para monitoramento dos casos e rastreamento dos contados.

No momento, o Brasil registra sete casos confirmados, sendo quatro em São Paulo, dois no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro. Nove casos seguem em investigação.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s