Paulo Câmara determina que dois delegados investiguem a morte de indígena após abordagem policial em Carnaubeira da Penha

Após a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social informar que instaurou uma investigação para verificar se policiais militares de Pernambuco estariam envolvidos com a morte de um indígena em Carnaubeira da Penha, o governador Paulo Câmara (PSB) usou o Twitter para afirmar que dois delegados especiais estão sendo designados para investigar o caso. O pronunciamento foi feito na manhã deste sábado (18).

“Determinei ao secretário de Defesa Social, Humberto Freire, a designação de dois delegados especiais para presidir a investigação da morte do indígena Edvaldo Manoel de Souza, 61 anos, da etnia Atikum, de Carnaubeira da Penha, ocorrida na última quarta-feira, após uma abordagem policial”, detalhou o socialista.

Em seguida, Paulo informou os nomes dos delegados e disse que eles atuarão em parceria com o Ministério Público. “Os delegados João Leonardo Freire e Daniel Angelim irão trabalhar em parceria com o Ministério Público no caso. Além dessa apuração, um inquérito policial militar e um procedimento inicial pela Corregedoria-Geral da SDS também estão em curso”, completou.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s