Após operação da PF contra ex-ministro da Educação, senador diz que reuniu assinaturas para CPI do MEC

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou nesta quinta-feira (23) que conseguiu as 27 assinaturas necessárias para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar as denúncias de corrupção e tráfico de influência no Ministério da Educação.

A quantidade mínima de assinaturas foi alcançada depois de uma operação da Polícia Federal, na quarta-feira (22), prender o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. Ele foi solto nesta quinta.

A PF investiga se houve irregularidades na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao MEC.Além de Ribeiro, são investigados também pastores com acesso privilegiado ao MEC.

O regimento do Senado prevê que o requerimento de abertura da CPI deve ser assinado por, no mínimo, 27 senadores – um terço dos 81 que compõem a Casa. O documento deve indicar o fato a ser apurado, o número de integrantes, o prazo de duração e o limite de despesas para a realização das atividades.

O requerimento de formação da CPI foi apresentado no final de março por Randolfe, na esteira das primeiras denúncias envolvendo a atuação de pastores no ministério.

O documento chegou a alcançar as assinaturas necessárias em abril, mas a CPI acabou não sendo instalada porque senadores que inicialmente haviam apoiado a comissão recuaram.

Agora, mesmo tendo as 27 assinaturas, Randolfe afirmou que vai esperar até semana que vem para protocolar o requerimento. Isso porque, segundo ele, há a expectativa de mais três senadores assinarem. Assim, a CPI cria uma reserva caso algum parlamentar decida recuar.

“Eu espero alcançarmos até terça as outras três assinaturas para ampliarmos a margem da comissão, do requerimento, então, alcançando essas outras três, tendo 30 assinaturas, acredito que não terá risco mais para derrubada do requerimento de CPI”, disse Randolfe.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s