Congresso do Equador retoma debate sobre impeachment de Guillermo Lasso

O Congresso do Equador retomou neste domingo (26) o debate sobre o pedido de impeachment do presidente Guillermo Lasso.

Lasso, presidente de direita, é acusado de responsabilidade pelos protestos indígenas que dominaram o país nas últimas duas semanas – em decorrência da alta no preço dos combustíveis.

O debate foi retomado às 18h deste domingo (20h no horário de Brasília).

No Equador, o impeachment do presidente exige 92 dos 137 apoios possíveis no Congresso. Após os debates, os deputados terão no máximo 72 horas para votar. Se aprovado, o poder seria assumido pelo vice-presidente Alfredo Borrero e eleições presidenciais e legislativas seriam convocadas para o restante do período (até 2025).

No sábado, o debate teve a fala de 30 parlamentares contra e a favor do presidente, em sessão virtual. A oposição ao governo reuniu as 47 assinaturas necessárias para pedir a saída do presidente do poder.

A discussão sobre o impeachment do presidente do Equador começou após a divulgação de um documento do partido União pela Esperança, ligada ao ex-presidente socialista Rafael Correa. Nele, a bancada acusou Lasso de levar o Equador a uma “grave crise política e comoção interna”, que abala o país desde 13 de junho, com manifestações e bloqueios quase diários.

“Vamos às eleições antecipadas, deixe Lasso ir para casa”, gritou a deputada Pierina Correa, irmã do ex-presidente Rafael Correa.

Lasso, ex-banqueiro que assumiu o cargo há um ano, não compareceu ao debate, mas nomeou seu secretário jurídico, Fabián Pozo, para ler sua defesa. “Os membros da assembleia (…) buscam desestabilizar a democracia”, declarou Pozo.

O movimento indígena e o governo realizaram uma primeira reaproximação no sábado, e horas depois Lasso encerrou o estado de exceção que vigorava em seis das 24 províncias do país com um robusto destacamento militar e toques de recolher noturnos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s