Explosão após vazamento de gás deixa feridos na Zona Norte do Recife

Os quatro homens que ficaram feridos após uma explosão causada por um vazamento de botijão de gás tiveram queimaduras em até 80% do corpo. A informação foi repassada na manhã desta segunda-feira (25), pelo médico Marcos Barreto, chefe do setor de queimados do Hospital da Restauração, no Centro do Recife

O acidente aconteceu no domingo (24), no bairro de Água Fria, na Zona Norte. Havia quatro botijões de gás num comércio de galeto. Um vazou e pegou fogo. Os homens atingidos estavam tirando os reservatórios do local quando ocorreu a explosão.

Os feridos foram os seguintes:

Mauricio Leal Guedes, 49 anos;
Diagmo de Souza Leão, 57 anos;
Marcelo Arthur de Andrade da Silva, 28 anos;
Wanderson Aragão de Moura, 36 anos.

“Tem dois pacientes mais velhos, um de 49 anos, e outro de 57 anos, que foram os mais atingidos. Eles têm comprometimento em torno de 80% do corpo, [com queimaduras de] 2º e 3º graus, envolvendo a cabeça, parte do tronco, membros superiores, que foram mãos, e as pernas também. São os que mais nos preocupam, porque a extensão é grande e a idade é mais avançada”, afirmou o médico Marcos Barreto.

Os outros dois pacientes tiveram queimaduras em 40% do corpo. Apesar de menos graves, segundo Marcos Barreto, também precisam de cuidados intensivos, principalmente pelo risco de infecção.

“Marcelo e Wanderson têm queimaduras menores, em torno de 40% de superficie corporal. Marcelo, na hora que tirou o botijão de gás, estava de costas para o ambiente, e, na hora da explosão, o fogo pegou-lhe pelas costas. Ele saiu queimando e pulou no canal. Foi o que aliviou a expansão dessa queimadura”, explicou Barreto.

Os quatro pacientes estão na Unidade de Trauma do Hospital da Restauração. A unidade hospitalar tem uma das maiores unidades de atendimento de queimados do Brasil. No entanto, segundo Marcos Barreto, o local está superlotado.

Por isso, os quatro homens queimados estão na Unidade de Trauma. Todos eles passaram por procedimento cirúrgico na manhã desta segunda-feira.

“A gente está com uma sobrecarga muito grande na Unidade de Queimados, temos 40 leitos e eu estou superlotado, com pacientes aguardando vagas no corredor da emergência. Isso não significa que não estão sendo cuidados. Eles estão sendo cuidados, os curativos estão sendo feitos, coloquei todos quatro em sala de cirurgia”, declarou Marcos Barreto.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s