Protestos marcam reunião sobre possibilidade de mudança do circuito Barra-Ondina no carnaval de Salvador

A reunião sobre a possibilidade de mudança do tradicional circuito Barra-Ondina, do carnaval de Salvador, para a orla da Boca do Rio, aconteceu nesta terça-feira (26), em um edifício empresarial no bairro do Caminho das Árvores. No entanto, a alteração ainda não foi definida.

Após a reunião, ficou decidido que um projeto de mudança deverá ser concluído e apresentado até o final de agosto para o prefeito de Salvador, Bruno Reis, bem como aos órgãos de segurança pública.

O grupo SOS Carnaval, formado por moradores e empresários da Barra, esteve em frente ao prédio onde ocorreu a reunião. Foram distribuídos panfletos e coletadas assinaturas para um abaixo-assinado que possui 5.500 nomes registrados contra a mudança.

No protesto desta terça-feira, os manifestantes seguravam um cartaz com a frase: “diga sim à tradição do carnaval de trios na Barra-Ondina”.

De acordo com o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, um estudo para a mudança ocorre por causa de problemas relacionados à infraestrutura do circuito Barra-Ondina.

“A Barra não suporta mais o circuito. Ao mesmo tempo, [tentamos] estabelecer compromissos para que a gente melhore o carnaval como um todo.”

Segundo o presidente do Comcar, Joaquim Nery, fazem parte do projeto a mesa diretora do Conselho do Carnaval, técnicos da Saltur e outros técnicos envolvidos na festa. Serão chamados para colaborar com o debate a Polícia Militar, a Secretaria de Saúde e representantes da Mobilidade Urbana.

Participaram da reunião desta terça-feira representantes do Conselho Municipal do Carnaval (Comcar), da prefeitura da capital baiana e da Polícia Militar.

O anúncio sobre a possibilidade de mudança foi feito no dia 7 de junho pelo prefeito Bruno Reis. Na época, o gestor municipal afirmou que a prefeitura vai fazer uma grande intervenção viária, que inicia na Boca do Rio, passa por Pituaçu e vai até Piatã.

Poucos dias após o anúncio, o Comcar montou uma comissão formada por arquitetos e profissionais de outras áreas para estudar a possibilidade de mudança.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s