Marília Arraes convoca eleitores a se unirem e fazerem as pazes com adversários

A candidata ao Governo de Pernambuco Marília Arraes (Solidariedade) convocou os eleitores de Pernambuco a se unirem para conseguir votos e garantir a vitória dela e do ex- presidente Lula à Presidência da República ainda no primeiro turno. O discurso, que durou aproximadamente 20 minutos, aconteceu durante a homologação da chapa majoritária em evento no fim da tarde de ontem no Classic Hall, em Olinda, Grande Recife.

“Vamos evitar o salto alto, não vamos sair daqui dizendo que já ganhamos. Vamos abraçar os adversários, fazer as pazes com quem brigamos. É junto que a gente supera a tirania”, ressaltou a deputada que tem antigos adversários como companheiros de chapa: os deputados federais Sebastião Oliveira (Avante), candidato a vice, e André de Paula (PSD), candidato ao Senado. “A capacidade de juntar quem muitas vezes pensa diferente não é fácil“, reconheceu.

A candidata, que já pertenceu ao PT, lembrou que para resolver problemas grandes, como a fome, é preciso ser grande também. “Precisamos de um time forte”, pontuou. “Não vamos descer para a lama se eles quiserem nos puxar para ela”, avisou aos concorrentes que ameaçarem partir para o que ela chamou de “baixaria, difamação, calúnia”. “A campanha tem que existir todo dia. Vamos contar o que queremos para Pernambuco. O Leão do Norte está miando baixinho e vai voltar a rugir”, ressaltou.

Antes de Marília, discursaram Sebastião Oliveira e André de Paula. “Tenho orgulho porque Marília me escolheu para um vice. Um vice-governador sertanejo”, registrou Sebastião Oliveira, que é de Serra Talhada, município do Sertão do Pajeú. “Nosso maior desafio é erradicar a miséria em Pernambuco. Isso não é fácil e só se faz com participação popular. E vamos botar a máquina para moer de manhã, de tarde e de noite, da mesma forma como temos feito para buscar votos. Não temos hora”, comparou.

Em seu discurso, André de Paula se comprometeu a ser o senador que vai garantir 14 ou 15 votos para ajudar o ex-presidente Lula a governar, e recursos para Marília administrar Pernambuco. “Ela vai precisar. Ela ouve as pessoas e assume compromissos. Marília é corajosa, destemida, preparada. Quando um político vira um sentimento passa a ser imbatível, e Marília é hoje a esperança do povo, é a mudança”, enfatizou.

Também estiveram no palco e discursaram durante a convenção o presidente nacional do Avante, Luís Tibé, e o presidente nacional do Solidariedade, Paulo Pereira da Silva, conhecido como Paulinho da Força (Sindical), que fez questão de dizer que “em nenhum momento enfiou a aliança enfiou a faca no pescoço de Lula para ter o apoio dele”, insinuando que a Frente Popular teria feito isso.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s