Mais potente que bomba atômica, erupção de vulcão em Tonga pode aquecer temporariamente a Terra, diz Nasa

A erupção ocorrida no arquipélago de Tonga em janeiro lançou uma nuvem de vapor de água na estratosfera da Terra capaz de influenciar temporariamente no clima do planeta. O vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha’apai, localizado no Oceano Pacífico Sul, expeliu água o suficiente para encher mais de 58 mil piscinas olímpicas, e o evento foi considerado mais potente que a bomba de Hiroshima.

O vapor originado pela explosão foi detectado pelo Microwave Limb Sounder (MLS), da NASA, responsável por medir a emissão gases atmosféricos.

Segundo um estudo sobre o impacto da erupção na hidratação da atmosfera, o fenômeno pode acabar aquecendo temporariamente a superfície da Terra. Os pesquisadores não fizeram uma projeção de qual seria o impacto exato nos termômetros e nem do tempo exato dessa influência no clima.

Publicado na “Geophysical Research Letters”, a pesquisa examina a quantidade de vapor de água que o vulcão Tonga expeliu para a estratosfera, camada que fica entre 12 e 53 quilômetros acima da superfície da Terra.

“Nunca vimos nada parecido”, disse Luis Millán, cientista atmosférico do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa no sul da Califórnia e líder do estudo.
Imagens de antes e depois, captadas por um satélite, mostram o estrago. A erupção deixou mortos no Peru e foi sentida até no Alasca.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s