Filho de suspeito de matar Bruno e Dom é preso em operação da PF contra pesca ilegal no Vale do Javari, no AM

A Polícia Federal cumpriu sete mandados de prisão em uma operação contra pesca ilegal em áreas indígenas do Vale do Javari, no Amazonas, neste sábado (6). A região é a mesma onde o indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips foram mortos. Um filho de Amarildo da Costa Oliveira, o “Pelado”, suspeito de participação nos assassinatos, foi preso.

Amarílio de Freitas Oliveira, conhecido como “Dedei”, foi preso durante a madrugada em uma danceteria em Atalaia do Norte, cidade do Amazonas que detém parte do território do Vale do Javari. A PF também prendeu outros dois irmãos de Amarildo.

Quadrilha de pesca ilegal
Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pela Justiça Federal. De acordo com a PF, a operação busca prender integrantes de uma quadrilha que atua na pesca ilegal na região do Vale do Javari.

O chefe da quadrilha seria o homem identificado como “Colômbia”, que está preso e é investigado por suspeita de participação nos assassinatos de Bruno e Dom. Outro integrante da quadrilha é Amarildo, que também está preso pelos assassinatos do indigenista e do jornalista.

Além do filho e de dois irmãos de Amarildo, “Colômbia” e o próprio Amarildo também foram alvos de mandados de prisão da PF neste sábado. Por isso, além da morte de Bruno e Dom, eles passaram a responder pelo crime de pesca ilegal. Outros dois suspeitos de integrar a quadrilha também foram alvos de mandados.

A operação da PF ocorre em Atalaia do Norte, em comunidades ribeirinhas próximas, e nas cidades de Benjamim Constant, outro município próximo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s