Anvisa se reúne com Pfizer e especialistas para avaliar vacina contra Covid-19 para bebês

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) debateu dados da vacina contra a Covid-19 da Pfizer com integrantes de sociedades médicas para avaliar a liberação no Brasil. A farmacêutica apresentou dados de eficácia e de segurança do imunizante destinado a faixa etária de 6 meses a 4 anos em reunião nesta quinta-feira (18).

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI), além da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) participaram da agenda.

Cada entidade deve enviar parecer sobre as informações apresentadas até a próxima semana.

Atualmente, a vacina tem aval da Anvisa no público a partir de 5 anos. O pedido para estender o público-alvo, já chancelado nos Estados Unidos, por exemplo, chegou à agência em 29 de julho. Se aprovada, essa será a primeira vacina contra a Covid-19 autorizada para bebês no Brasil. A CoronaVac, por sua vez, é aprovada para uso a partir dos 3 anos.

Segundo a Pfizer, o pedido é para a aplicação de três doses — com três semanas de intervalo entre a primeira e a segunda. A terceira vem oito semanas após a última dose. O esquema vacinal — de duas doses a partir dos 5 anos — mudou devido a dados de segurança, tolerabilidade e imunogenicidade.

A formulação das vacinas contra a Covid-19 da Pfizer são iguais em relação às faixas etárias. O que muda é que a dosagem é de 3 µg para crianças de 6 meses a 4 anos — o equivalente a 30% da das doses pediátricas recebidas pelo público de 5 a 11 anos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s