Rússia acusa Kiev de envenenar alguns de seus soldados em cidade na Ucrânia

O Ministério da Defesa da Rússia acusou a Ucrânia neste sábado (20) de envenenar alguns de seus soldados na parte controlada pelos russos da região de Zaporizhzhia, no sudeste ucraniano, no fim de julho.

Em resposta, um assessor do Ministério do Interior da Ucrânia respondeu que o suposto envenenamento poderia ter sido causado por carne enlatada vencida que as forças russas teriam comido.

Segundo os russos, vários soldados foram levados a um hospital militar com sinais de sério envenenamento em 31 de julho. Os testes descobriram uma substância tóxica, a toxina botulínica tipo B, em seus corpos, disse.

“Sobre o terrorismo químico sancionado pelo regime de Zelensky, a Rússia está preparando evidências com os resultados de todas as análises”, disse o ministério, em um comunicado.

O órgão russo não afirmou quantos soldados haviam sofrido ou qual era a condição deles neste momento. Também não disse quais eram suas evidências.

A toxina botulínica tipo B é uma neurotoxina que pode causar botulismo ao ser ingerida em alimentos previamente contaminados, mas também pode ter uso médico.

O Ministério da Defesa da Ucrânia não respondeu ao pedido de comentário da Reuters, mas o assessor do Ministério do Interior, Anton Gerashchenko, comentou a acusação russa no aplicativo de mensagens Telegram.

“O departamento (ministério da Defesa russo) não esclarece se o envenenamento poderia ter sido causado por carne enlatada vencida, na qual a toxina botulínica é frequentemente encontrada. As forças de ocupação reclamaram bastante das rações vencidas desde os primeiros dias da invasão à Ucrânia”, disse.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s