Ataque a estação de trem mata 22 pessoas na Ucrânia, diz Zelensky

Um bombardeio atingiu a estação de trem de Chaplyne, em Dnipropetrovsk, região central da Ucrânia, deixando ao menos 22 mortos e dezenas feridos, informou nesta quarta-feira (24/08) o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, durante uma sessão do Conselho de Segurança da ONU.

O ataque ocorreu no feriado do Dia da Independência da Ucrânia, na mesma data em que se completa exatos seis meses desde o início da invasão russa no país.

Zelensky, que no dia anterior havia alertado para o risco de “provocações repugnantes” por parte de Moscou, afirmou em transmissão de vídeo ao Conselho de Segurança que mísseis atingiram um trem na pequena cidade de Chaplyne, a 145 quilômetros da região de Donetsk. Segundo afirmou, quatro vagões foram incendiados.

“Chaplyne é a nossa dor no dia de hoje. Até este momento, são 22 mortos”, informou. Ele disse que o número de vítimas poderá aumentar, e prometeu fazer a Rússia ser responsabilizada por seus atos. “Vamos, sem nenhuma dúvida, expulsar os invasores de nossa terra. Nenhum rastro desse mal permanecerá em nossa Ucrânia livre”, declarou.

Estações e infraestruturas ferroviárias se tornaram alvos de ataques durante a guerra. Em abril, ao menos 57 pessoas morreram em um bombardeio à estação de Kramatorsk, na região do Donbass.

Na data que marca os 31 anos da independência ucraniana da União Soviética, as autoridades relataram vários ataques em diferentes regiões do país.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s