59ª Assembleia Geral da CNBB tem início neste domingo

A segunda etapa da 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acontece, de forma presencial, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP), de 28 de agosto a 2 de setembro, como forma de garantir a votação dos temas que em função da presencialidade exigida pelo Estatuto da CNBB não puderam ser votados nos últimos dois anos em razão da pandemia.

A abertura acontece no próximo domingo, 28 de agosto, Dia Nacional do Catequista, com a missa no Santuário Nacional, às 18h. O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, irá presidir a missa e os concelebrantes serão os membros da presidência da entidade e os bispos que fazem parte do Conselho Episcopal Pastoral, o Consep.

Para este dia, em específico, a leiga e assessora da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, Mariana Venâncio, foi convidada a fazer a primeira leitura da missa. E o assessor da Comissão para o Laicato da CNBB, Laudelino Azevedo, fará a segunda leitura. A celebração será transmitida pela TV Aparecida e poderá ser acompanhada pelas redes sociais da CNBB (@cnbbnacional) e pelo portal A12.

Características da segunda etapa
Desta vez, além do aprofundamento do Tema Central “Igreja Sinodal – Comunhão, Participação e Missão”, propostas e indicações para a elaboração das próximas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) serão feitas rumo à consolidação na 60ª Assembleia Geral da CNBB, em 2023.

Com a característica de ser deliberativa, nesta segunda fase, os temas que serão votados pelo episcopado são as atualizações no Estatuto da CNBB, a tradução do Missal Romano, o texto do Ministério do Catequista e o Estudo nº 114 da CNBB cujo título é: “E a Palavra habitou entre nós” (Jo 1,14) – Animação Bíblica da Pastoral a partir das comunidades eclesiais missionárias”.

Além disso, outros 14 temas diversos vão ser objeto de reflexão e discussão dos cardeais, arcebispos, bispos diocesanos e auxiliares e coadjutores que participarão da 59ªAssembleia Geral como exemplo o 18º Congresso Eucarístico Nacional; a Celebração dos 70 anos da CNBB; a Jornada Mundial da Juventude 2023; o Sínodo dos Bispos 2023, entre outros.

Participam do evento cardeais, arcebispos, bispos diocesanos e auxiliares, coadjutores, além dos bispos eméritos e representantes de organismos e pastorais da Igreja que são convidados. Mas apenas os bispos na ativa têm poder de voto. Atualmente, segundo dados da Secretaria Técnica da CNBB, a Igreja Católica no Brasil possui 278 circunscrições eclesiásticas, com um total de 478 bispos, dos quais 321 na ativa e mais 157 bispos eméritos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s